Invicto, Enderson Moreira vai disputar terceiro Ba-Vi da carreira

e.c. bahia
02.02.2019, 05:00:00
Atualizado: 04.02.2019, 12:15:09
Enderson Moreira quer se manter invicto em Ba-Vis no clássico de domingo (3), pelo Nordestão (Felipe Oliveira/ ECBahia Divulgação)

Invicto, Enderson Moreira vai disputar terceiro Ba-Vi da carreira

Clássico do Nordestão acontece no domingo (3), às 17h, na Fonte Nova

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Enderson Moreira está invicto em Ba-Vis e vai tentar se manter assim no domingo (3), às 17h, quando o primeiro clássico da temporada será disputado na Fonte Nova, pela Copa do Nordeste. Mais do que pontuar na fase de grupos do regional, o técnico tricolor quer o componente motivacional que um triunfo diante do principal rival traz para o elenco. 

“É um jogo extremamente especial, um campeonato à parte. Vale muito mais do que os três pontos ou uma classificação. Tem uma questão diferente do que a gente percebe em outros confrontos”, pregou o técnico.

A estreia de Enderson no maior clássico do Norte e Nordeste foi com goleada. No dia 22 de julho do ano passado, o tricolor aplicou 4x1 no rival, na Fonte Nova, pela 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. 

O Ba-Vi foi um divisor de águas no trabalho de Enderson no Fazendão. O Esquadrão enfentava uma pequena crise, após a perda do título do Nordestão para o Sampaio Corrêa, vinha de cinco jogos sem vencer e havia poucos dias que a torcida tinha protestado após desembarque da delegação em Salvador. 

A goleada acalmou os ânimos e fez o torcedor dar um voto de confiança ao treinador. As recordações daquele momento fazem Enderson garantir que não há favoritismo para o clássico de hoje, apesar do Bahia ser o mandante do jogo e apenas torcedores tricolores terem acesso ao estádio. 

“Não existe favoritismo em clássico. A equipe deles ainda não perdeu. Tem um grande treinador, tenho o maior respeito por ele. (...) Tem vários confrontos que a equipe estava bem, a outra não estava tão bem assim. Foi assim no meu primeiro Ba-Vi ano passado. Não existe regra”, afirmou Enderson, que vai disputar seu terceiro Ba-Vi. Ele também comandou o Bahia no empate em 2x2, no Barradão, no dia 11 de novembro, no segundo turno do Brasileirão. 

“É um jogo extremamente importante, em que temos que ter inteligência, concentração e estar atento para fazer um encaixe no início da partida”, alertou. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048