Iza chora com desculpas do pai no 'Faustão': 'Magoada e dois anos sem ver'

em alta
12.01.2020, 19:23:07
Atualizado: 12.01.2020, 20:28:35
(Reprodução)

Iza chora com desculpas do pai no 'Faustão': 'Magoada e dois anos sem ver'

Ela relembrou afastamento do pai no período em que ele se separou da mãe

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A cantora Iza participou do arquivo confidencial no Domingão do Faustão de hoje e recebeu um pedido de desculpas do pai que a emocionou.

Durante o quadro, Djalma Lima pediu desculpas em público por ter ficado afastado da filha por tanto tempo e "por qualquer coisa que possa ter dito". Ela foi às lágrimas.

Iza relembrou da infância ao falar do pai. "Meu pai sempre foi minha maior referência musical (...) Quando eu era criança, eu mudei para Natal e antes de ir para a casa da vila militar, a gente morou em um lugar confortável, mas o chão era de terra batida. Um dia choveu para caramba e perdemos tudo numa enchente. A música foi embora. Naquela época, não tinha mp3. Tinha só aqueles estojos de CD e ele levava o caminhão junto", explicou. 

Depois, houve a separação dos pais, que acabou também afastando Djalma um pouco da filha. 

"Agradeço meu pai por toda influencia, esforço, dedicação. Meus pais se separaram na semana que eu larguei meu emprego. A situação financeira mudou toda. Fiquei magoada com esse processo e dois anos sem ver meu pai. Fico muito grata por isso e receber essa mensagem foi um carinho para o meu coração", disse. 

E finalizou: "É sempre duro passar por uma separação. Foi um processo necessário não só para os meus pais, mas para todos nós. Quando a gente ama alguém, a gente erra tentando acertar".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas