Jaques Wagner diz crer em fim de greve de PMs ainda nesta terça (7), mas nega anistia

bahia
07.02.2012, 09:25:00
Atualizado: 07.02.2012, 09:31:43

Jaques Wagner diz crer em fim de greve de PMs ainda nesta terça (7), mas nega anistia

Segundo ele, as negociações se estenderam até a madrugada de hoje e uma reunião marcada para esta manhã pode selar o fim do imbróglio

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Da Redação 

O governador Jaques Wagner disse acreditar que a greve da Polícia Militar na Bahia deve ser encerrada nesta terça-feira (7). Segundo ele, as negociações se estenderam até a madrugada de hoje e uma reunião marcada para esta manhã pode selar o fim do imbróglio. O único impasse para o fim da greve é sobre a anista aos PMs acampados na Assembleia Legislativa da Bahia.

Com a proximidade do carnaval, o governador disse, em entrevista à TV Globo, que tem interesse em resolver o impasse o mais rápido possível. “Não tenho ímpeto de punir os que participaram pacificamente da greve, mas os que participaram de atos contra os cidadãos serão processados”, afirmou. O governador se referiu aos policiais que tomaram ônibus e viaturas.

Wagner reiterou a participação de PMs na onda de crimes na Bahia. O número de homicídios já passou de 100 em Salvador e Região Metropolitana.

Sobre o pagamento de gratificações, um dos pedidos dos PMs, o governador admitiu a possibilidade de incorporar o benefício ao soldo dos policiais.

“Nós, ao longo de cinco anos, concedemos 30% de aumento real. E eu tenho limite na folha. As negociações são em torno desse valor, da chamada GAP 4, e eventualmente até da GAP 5, mas evidentemente isso terá que ser partilhado ao longo de 2013, 2014 e até 2015. Se for para pagar alguma coisa imediatamente agora, não há menor espaço, porque eu não tenho espaço fiscal para fazê-lo", afirmou o governador.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048