Jejum a ser quebrado: Vitória não vence no Barradão há quatro meses

e.c. vitória
16.03.2022, 05:00:00
Elenco do Vitória vai definir classificação às semis do Baiano diante do Bahia de Feira (VICTOR FERREIRA / ECVITÓRIA)

Jejum a ser quebrado: Vitória não vence no Barradão há quatro meses

Rubro-negro recebe o Bahia de Feira e precisa de um triunfo para ter chance de avançar às semis do Baiano

Um feito inédito nesta temporada. É o que o Vitória precisará fazer para ter chance de conseguir a vaga nas semifinais do Campeonato Baiano. Vencer o Bahia de Feira é a única alternativa possível para avançar às decisões do estadual. O jogo será no Barradão, mas o fator casa ainda não se mostrou determinante até aqui.

O rubro-negro não comemorou nenhum triunfo dentro do próprio estádio em 2022 e vai precisar pôr fim a esse tabu para não amargar uma eliminação precoce pelo quarto ano consecutivo. Todos os confrontos da última rodada da fase classificatória acontecerão nesta quarta-feira (16), às 19h15.

O Vitória fez quatro jogos no Barradão nesta temporada. Como mandante, empatou com Juazeirense, Bahia e Atlético de Alagoinhas. E teve ainda a derrota para o Jacuipense, que ocorreu no Barradão, apesar do mando de campo ter sido da equipe do interior.

O aproveitamento rubro-negro no santuário é de apenas 25%. Este ano, o time comandado por Dado Cavalcanti festejou duas vitórias, contra Barcelona de Ilhéus e Vitória da Conquista, ambas fora de Salvador. 

O último triunfo do Vitória dentro do Barradão aconteceu há quatro meses, na 36ª rodada da Série B do Brasileiro, em 14 de novembro, quando o Leão venceu o Cruzeiro por 3x0. Três partidas depois, amargou o rebaixamento à terceira divisão nacional.

Apesar do bom resultado diante da equipe mineira, o rubro-negro não faz valer de verdade o mando de campo há algum tempo. Não à toa, terminou o torneio nacional como dono da terceira pior campanha como mandante. 

Contabilizando jogos em casa e fora, também já tem um tempinho que o torcedor não consegue comemorar no estadual. O último triunfo já faz um mês. Em 13 de fevereiro, o Leão derrotou o Vitória da Conquista, por 1x0, no estádio Lomanto Júnior, na 5ª rodada. De lá pra cá, empatou dois jogos, com Atlético de Alagoinhas e Unirb, e perdeu para o Doce Mel. O foco agora é derrotar o Bahia de Feira.

"Depois que a gente perdeu uns jogos e saiu do G4, todos os jogos têm sido uma final para nós. E isso tem pesado para os mais jovens. Você jogar com pressão, sendo pressionado pela torcida, imprensa, cobrança de resultados, isso aí acaba pesando dentro de campo", pontuou Jadson.

Camisa 10 do time, ele começou no banco no empate com o Unirb, na rodada passada, mas deve retomar a titularidade e a braçadeira de capitão na decisão diante do Bahia de Feira. "Eu sou um cara que já sou rodado, sei lidar com pressão, com todas essas situações, e quero transmitir toda essa confiança e tranquilidade para a equipe, para a gente conseguir essa vitória que pode nos dar essa classificação", completou o meia.

Na 5ª colocação, com 10 pontos, o Vitória não depende apenas do próprio resultado para chegar às semifinais do Baiano. O líder Jacuipense, o vice-líder Bahia de Feira, e o Atlético de Alagoinhas, 3º colocado, têm 21, 17 e 14 pontos, respectivamente, e já estão garantidos na próxima fase. Resta apenas uma vaga, atualmente pertencente ao Barcelona de Ilhéus, que ocupa o 4º lugar na tabela, com 11 pontos. O caçula do estadual precisa vencer para não depender de outros resultados. 

O Vitória tem um ponto e um triunfo a menos que o Barcelona. Por isso, só tem chance de se classificar se vencer o Bahia de Feira, no Barradão. Além disso, precisar torcer para que o Barça não vença o Doce Mel, no estádio Barbosão, em Cruz das Almas

"Nosso objetivo agora é conseguir essa vitória nesse jogo contra o Bahia de Feira. A gente tem que focar nesse jogo e fazer a nossa parte, porque a gente está deixando a desejar. É conseguir a vitória e, depois do jogo, a gente vai ver. Claro, tentar secar um pouco os adversários para que eles não consigam também as vitórias, mas a gente também fazer a nossa parte", projetou Jadson. 

O técnico Dado Cavalcanti não tem problemas de suspensões ou contusões. Uma possível escalação do Vitória diante do Bahia de Feira teria: Lucas Arcanjo, Alemão, Alisson Cassiano, Mateus Moraes e Vicente; João Pedro, Eduardo e Jadson; Gabriel Santiago (Ruan Nascimento), Dinei (Roberto) e Luidy.

O Bahia de Feira deve ser formado com Adilson, Wellisson, Ricardo, Marcelo e Alex Cazumba; Victor Salvador, Diones e Bruninho; Zé Oliveira, Deon e Caíque.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas