João Guilheme é condenado por mentir à Justiça que traiu Larissa Manoela

em alta
27.12.2021, 13:20:18

João Guilheme é condenado por mentir à Justiça que traiu Larissa Manoela

Ator desafiou influencer a provar que "chifrou" Larissa Manoela, mas havia confirmado traição em entrevista a podcast

O ator João Guilherme Ávila foi condenado por má-fé ao mentir para Justiça de São Paulo em um processo que ele movia contra uma influencer. Ele terá de pagar uma multa de R$ 1.000, segundo o portal Uol.

João Guilherme, filho do cantor sertanejo Leonardo, entrou com um processo contra a influenciadora digital Dri Paz que o acusou de ter traído a atriz Larissa Manoela. João e Larissa Manoela atuaram juntos em "As Aventuras de Poliana (SBT)" e namoraram durante a adolescência.

Segundo o Uol, João Guilherme pedia uma indenização de R$ 10 mil e chamava a influencer de "oportunista de plantão" e de "Nelson Rubens da geração Y". Ele acusou Dri Paz de divulgar notícias falsas para tentar "bombar a qualquer custo na internet". O ator desafiou Dri Paz a provar que "chifrou" Larissa Manoela.

Em sua defesa, a influenciadora digital alegou que o ator admitiu ter traído Larissa Manoela ao dar entrevista para um podcast em novembro deste ano.

"O próprio autor [do processo, João Guilherme] admitiu, perante mais de 3 milhões de pessoas, que de fato traiu sua ex-namorada", afirmou Dri Paz à Justiça. "É evidente a má-fé ao alterar a verdade dos fatos e buscar indenização por danos morais."

Ainda de acordo com a publicação, a juíza Gabriela Fragoso Calasso Costa concordou com a defesa da influenciadora digital e condenou o ator por litigância de má-fé. Ele pagará multa de R$ 1.000 e R$ 1.500 de honorários aos advogados de Dri Paz.

"João Guilherme muda a verdade dos fatos ao argumentar que nunca traiu sua ex-namorada, enquanto confessa perante a imprensa que o fez", afirmou a magistrada na sentença. "Em diversas passagens de sua petição, fez afirmações que não condizem com a verdade." O ator ainda pode recorrer da decisão.


***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas