Juninho lamenta revés, mas foca no jogo final: 'Ainda temos chance'

e.c. bahia
18.05.2021, 21:47:00
Atualizado: 18.05.2021, 23:02:19
O zagueiro Juninho cabeceia em lance do jogo do Bahia contra o Independiente (Felipe Oliveira/EC Bahia)

Juninho lamenta revés, mas foca no jogo final: 'Ainda temos chance'

Bahia perde para Independiente por 1x0 na Argentina e se complica na Sul-Americana; Esquadrão encara o Montevideo City Torque no último duelo da fase de grupos

O Bahia se complicou na Sul-Americana. Na noite desta terça-feira (18), o tricolor perdeu para o Independiente por 1x0, no estádio Libertadores de América, em Avellaneda, na Argentina, e caiu para a segunda colocação do Grupo B. O Esquadrão teve grandes chances, mas viu Thonny Anderson marcar contra em uma trapalhada com Douglas.

Com a derrota, o Bahia permanece com oito pontos, enquanto o time argentino chega aos 11 e assume a liderança, faltando uma rodada para o fim da primeira fase. Ao fim do duelo, o zagueiro Juninho lamentou o revés.

"Era um jogo em nós não podíamos ser derrotados. E, em um detalhe, acabamos tomando o gol. A gente vinha fazendo uma boa partida. Mas agora é levantar a cabeça, que tem um jogo dentro de casa e a gente ainda pode conseguir a classificação", disse.

No primeiro tempo, o tricolor começou melhor, mas parou de levar perigo a partir da metade da etapa. Na volta do intervalo, empilhou oportunidades e até chegou a balançar as redes, mas Thaciano foi flagrado em impedimento. Só que foi o Independiente que acabou saindo com o triunfo, com a ajuda de Thonny Anderson.

"A gente se ajustou mais no segundo tempo. No primeiro, eles tiveram mais a posse de bola, conseguiram mais ações que a gente. Mas a gente tomou o gol no momento em que estava melhor dentro do jogo. Temos que rever, arrumar, para conseguir o triunfo", comentou Juninho.

Na rodada final, o Bahia recebe o Montevideo City Torque em Pituaçu. A partida está marcada para a quarta-feira da semana que vem, dia 26, às 19h15. Para ainda ter chances de avançar, o tricolor terá que vencer e torcer para derrota do Independiente, que pega o Guabirá, lanterna da chave, em casa.

"Ainda temos chance de classificação. É levantar a cabeça, que quarta-feira temos o próximo jogo", concluiu Juninho.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas