Juninho se torna o jogador mais caro da história da Bahia

bate-pronto
04.11.2019, 05:00:00
Atualizado: 04.11.2019, 09:33:35

Juninho se torna o jogador mais caro da história da Bahia

Por editoria de Esporte

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O zagueiro Juninho, comprado pelo Bahia do Palmeiras por 1,3 milhão de euros (R$ 5,7 milhões) na semana passada, se tornou a negociação mais cara da história do clube e também do futebol baiano. No tricolor, superou o atacante Fernandão, comprado em janeiro deste ano junto ao Al Wehda, da Arábia Saudita, por R$ 4,5 milhões. No estado, o recorde em valor nominal (em reais) pertencia à aquisição de Petkovic pelo Vitória ao Real Madrid em 1997, por R$ 5 milhões. Já a maior compra do futebol nordestino se refere a um atual jogador do Bahia, porém cabe a um time pernambucano. O recorde é do atacante Rogério, adquirido pelo Sport ao São Paulo por R$ 6 milhões em 2017. A contratação de Juninho assumiu o segundo lugar no ranking da região. A pesquisa é do jornalista Cássio Zirpoli, do Recife.

Zagueiro não enfrenta o Palmeiras
Apesar de ser comprado pelo Bahia, Juninho ainda não pode enfrentar o Palmeiras, adversário do dia 17 de novembro. Ele só poderá jogar contra o alviverde a partir do ano que vem. Ou seja, no jogo contra o time paulista, válido pela 33ª rodada do Brasileiro, Juninho vai se juntar a Guerra e Artur, ambos vinculados ao Palmeiras, na lista de desfalques prévios do tricolor para o jogo. O novo contrato do zagueiro com o Bahia vai até 2022.

Atacante deixa o Vitória
O atacante Thiaguinho não integra mais o elenco do Vitória. Ele foi contratado em maio, por empréstimo do Jacuipense, para integrar o elenco sub-23 e acabou jogando quatro partidas da Série B, sendo titular só no empate em 0x0 contra o América-MG, pela 17ª rodada, no Barradão. Com Geninho, ele foi relacionado apenas no jogo de estreia do treinador (0x0 com o Atlético-GO) e não entrou em campo. Em comum acordo, o atacante voltou ao Jacuipense antes de acabar o contrato, que seria no fim de novembro. O time do interior vai disputar a Série C do Brasileirão no ano que vem.

Presidente da CBF procura Bellintani após crítica ao VAR
O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, revelou ao site Bahia Notícias ter recebido ligações dos presidentes da CBF, Rogério Caboclo, e da comissão de arbitragem da entidade, Leonardo Gaciba, após as duras críticas que o dirigente fez depois da derrota para o Santos por 1x0, em o que o tricolor teve um gol polêmico anulado pelo VAR. Bellintani contou que pediu desculpas pelos xingamentos, mas manteve as críticas.

Bahia reativa Twitter em inglês
O Bahia reativou sua conta do Twitter em inglês no final de outubro. Segundo o clube, foi para atender a demanda criada pela repercussão positiva das ações feitas extracampo. A atualização não gera custo, pois é feita por um profissional da casa. Até 2017, a operação cabia a uma empresa contratada.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas