Lateral da Chape entra na mira do Bahia; Moisés recebe sondagens

e.c. bahia
18.12.2019, 15:31:00
Bruno Pacheco disputou a última Série A pela Chapecoense (Sirli Freitas/Chapecoense)

Lateral da Chape entra na mira do Bahia; Moisés recebe sondagens

Esquadrão busca reforços no mercado e tem a concorrência de outras equipes

Um novo nome entrou na mira do Bahia para a temporada 2020. Em busca de reforços, o tricolor sondou o lateral esquerdo Bruno Pacheco, da Chapecoense. O jogador de 28 anos tem contrato com o alviverde até o fim de 2021, mas a Chape aceita negociar o atleta, já que vive situação financeira complicada após cair para a Série B.

Além do Bahia, Ceará e Fluminense também demonstraram interesse em Bruno Pacheco. O que pode pesar a favor do tricolor é a boa relação que tem com a Chapecoense. Recentemente o Esquadrão acertou o empréstimo do atacante Régis, cria do time catarinense e que chega para reforçar a equipe de aspirantes. Nos últimos dias o Esquadrão também sondou o lateral esquerdo Carlos Augusto, do Corinthians. 

Formado na base da Ferroviária, Bruno Pacheco acumula passagens por equipes como Guarani, Bragantino e Atlético-GO. Ele chegou à Chapecoense em 2018. Este ano, ele fez 53 jogos pelo time catarinense.

Atualmente, o Bahia conta com os laterais Giovanni e Moisés para o lado esquerdo. Moisés, inclusive, é alvo de cobiça de outras equipes. Nos últimos dias, Vasco e Internacional buscaram informações sobre o jogador, que tem contrato com o Esquadrão até dezembro de 2021.

Até o momento o Bahia anunciou apenas a contratação do meia Daniel, que estava no Fluminense. O tricolor tem negociação avançada com o atacante Carlos Eduardo, que pertence ao Palmeiras. Além deles, o clube acertou com o meia-atacante Fessin, do Corinthians, que vai reforçar a equipe de aspirantes.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas