'Liquidou nossas chances', diz Mano sobre expulsão de Rossi

e.c. bahia
16.12.2020, 21:49:00
Segundo Mano Menezes, Rossi será punido por expulsão em jogo que determinou a eliminação do Bahia na Sul-Americana (Foto: Staff images /CONMEBOL)

'Liquidou nossas chances', diz Mano sobre expulsão de Rossi

Atacante levou cartão vermelho por fazer gesto obsceno

A expulsão do atacante Rossi aos 25 minutos do segundo tempo derrota do Bahia por 1x0, para o Defensa y Justicia, não foi bem recebida pelo técnico Mano Menezes e comissão técnica.

Na análise do treinador, no momento quem que o jogador deixou o time com um homem a menos, as chances do Bahia de conseguir reverter a vantagem e sair de campo classificado foram praticamente liquidadas.

Rossi recebeu cartão vermelho após fazer gesto obsceno em campo. Ele foi denunciado pelo árbitro de vídeo e punido pelo juiz de campo.

"Lamentável a atitude de Rossi. É exigido de nós todos um equilíbrio maior, mesmo que haja alguma provocação externa que influencie as nossas atitudes têm que estar dentro das ações desportivas. Com certeza essa atitude de Rossi, depois de consultar o VAR, porque nenhum de nós vimos o lance, quase que liquidou as nossas chances. Era o momento de continuar pressionando para fazer o gol, num momento do jogo estudado minucioso, ficar com um homem a menos foi um banho de água fria nas nossas pretensões ", explicou Mano.

Ainda de acordo com o treinador, Rossi deve ser punido pelo clube. Mano, no entanto, preferiu não comentar qual tipo de pena será aplicada ao atacante.

"Essas coisas temos que analisar internamente. Certamente teremos uma atitude forte do clube. São duas consequências que não queremos para nós. A primeira que nos tirou a chance de conseguir o resultado, e a segunda que foi uma atitude muito feia. O Bahia não quer corroborar com isso", explicou. 

Já sobre a partida que o Bahia fez contra o Defensa y Justicia, Mano afirmou que o time pecou na pontaria e desperdiçou boas chances de vencer o duelo. Para ele, o Bahia foi punido pela derrota no jogo de ida, quando foi vencido por 3x2, na Fonte Nova.

O treinador explicou ainda que agora a equipe terá mais tempo para focar apenas no Campeonato Brasileiro e tentar fugir na luta contra o rebaixamento. No domingo (20), o Esquadrão encara o Flamengo, no Maracanã.

"Agora ficaremos com uma competição só e poderemos direcionar todos os esforços para sair dessa situação no Campeonato Brasileiro. Raramente o Bahia tem feito jogos ruins, nessa mesma eliminação fez 20 minutos ruins, que nos deu um 0x2, contra uma equipe que vinha da Libertadores, se preparou mais que que nós, tinha jogadores experientes para segurar a vantagem. Mesmo assim, no jogo de hoje criamos chances claras. É importante saltar na frente em um jogo como esse, muda a história da partida, a estratégia. Assim como nos expomos no final do jogo e tomamos o gol, eles iriam se expor. Aqui não aproveitamos essa condição. Futebol é assim, passa quem tem mais competência. O Defensa y Justicia aproveitou melhor do que nós", afirmou.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas