Luva de Pedreiro diz que Allan Jesus colocou segurança para vigiá-lo na Bahia

em alta
30.06.2022, 14:16:35

Luva de Pedreiro diz que Allan Jesus colocou segurança para vigiá-lo na Bahia

Influencer revelou que assinou contrato com ex-empresário sem ler

O influencer baiano Iran Ferreira, conhecido como Luva de Pedreiro, revelou em entrevista ao 'Fantástico', da TV Globo, que vai ao ar neste domingo (3) que era vigiado de perto pelo seu ex-empresário, Allan Jesus. A ponto de, de acordo com o jovem, ter uma espécie de "segurança" que seguia seus passos na cidade de Quijingue, no interior da Bahia.

Além disso, na conversa, o baiano conta que não leu o contrato antes de assinar com Allan Jesus. O documento fez com que o empresário tivesse acesso às senhas e controlasse todas as redes sociais do rapaz, fazendo-o sentir-se aprisionado.

Na entrevista, Luva ainda relatou um episódio em que Allan chegou a pedir para ele mentir para Neymar, um grande ídolo dele.

Relembre a polêmica

Luva rompeu com Allan e assinou com Falcão, ex-jogador de futsal, que agora será responsável por gerir sua carreira. Toda a treta começou no dia 19 de junho, quando Luva de Pedreiro afirmou durante uma live no Instagram que daria um tempo da publicação de conteúdos e se mostrou  irritado com as cobranças que estava recebendo.

Na última quinta (23), o ex-agente afirmou que alguns contratos de publicidade ainda não foram pagos ao influenciador. Desde então, os fãs especularam sobre o rompimento do contrato, mesmo após o empresário garantir que ainda era o representante do jovem e que ele teria um contrato assinado até 2026.

Segundo o colunista Leo Dias, do Metrópoles, o influencer teria cerca de R$ 7,5 mil apenas em duas contas. Para poder encerrar o contrato ele tem que pagar cerca de R$ 5,2 milhões, segundo a coluna. 

Allan Jesus publicou um vídeo nas redes sociais dizendo que é honesto e vai provar sua inocência. "Se for provado que roubei R$ 1 que eu pague. Tenho nome a zelar, tenho família e entrego para a Justiça divina e dos homens para que tudo se resolva. Vou provar a verdade dos meus atos", afirmou. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas