Madonna revela que foi contaminada por coronavírus durante turnê em Paris

coronavírus
07.05.2020, 16:29:00
Atualizado: 07.05.2020, 16:29:31
(Foto: Reprodução/Instagram)

Madonna revela que foi contaminada por coronavírus durante turnê em Paris

Cantora, de 61 anos, disse que não está doente neste momento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Madonna afirmou que foi contaminada com a covid-19 durante sua última turnê em Paris, entre o final de fevereiro e o começo de março. A cantora postou a revelação em seu Instagram na quarta-feira (6), uma semana depois de dizer que tinha anticorpos do novo coronavírus em seu "diário da quarentena".

"Não estou doente neste momento", escreveu a artista, de 61 anos. "Quando você testa positivo para anticorpos isso quer dizer que você teve o vírus, como eu claramente tive quando fiquei doente no final de minha turnê em Paris há sete semanas", continuou.

No primeiro show de Madame X na capital francesa, em 22 de fevereiro, Madonna subiu ao palco com três horas e meia de atraso. Na época, muito se comentou se teria relação com o estado de saúde da artista, ou se eram problemas técnicos na sala Grand Rex, que abrigou a apresentação. 

Segundo a cantora, várias pessoas que faziam parte da turnê também apresentaram sintomas da covid-19, mas ninguém suspeitou que pudesse estar contaminado pela doença. "Todos pensávamos que tivéssemos uma gripe muito forte. Graças a Deus estamos todos saudáveis e bem agora", comemorou a rainha do pop.

Os últimos quatro shows da turnê da artista em Paris, no início de março, foram cancelados. Na época, o governo francês tinha anunciado a proibição de espetáculos e eventos com grandes aglomerações para tentar evitar a propagação do coronavírus.

Além da revelação sobre a covid-19, Madonna, no post no Instagram, também comentou que doou US$ 1,1 milhão (R$ 5,8 milhões) para ajudar a combater a pandemia. O valor foi dado pela cantora para a arrecadação mundial de fundos realizada, nesta semana, pela Comissão Europeia, para tentar desenvolver uma vacina contra o novo vírus.

No total, a iniciativa angariou 7,4 milhões de euros (aproximadamente R$ 47 milhões) com doações de governos, filantropos, organizações e celebridades.

"Sou grata por poder apoiar a pesquisa para encontrar a cura para a covid-19", afirmou Madonna.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas