Marca baiana celebra seis anos com peças inspiradas na cultura do gueto da costa Atlântica Africana

estúdio correio
23.11.2020, 17:45:42
Atualizado: 23.11.2020, 17:55:03
Os modelos Adilson Silva e Allesi Falcão posam para editorial da Meninos Rei (Fotos: Genilson Coutinho)

Marca baiana celebra seis anos com peças inspiradas na cultura do gueto da costa Atlântica Africana

Guiné-Bissau dá o tom da coleção comemorativa da Meninos Rei

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

É da potência criativa dos guetos africanos que vem a inspiração para a nova coleção Verão 20/21 da Meninos Rei, marca baiana que celebra seis anos no mercado da moda. Um dos países mais pobres da África, a Guiné-Bissau tem na expressão cultural de seu povo o seu símbolo maior de luta e resistência.

Na moda, as cores vibrantes e a mistura de estampas gráficas, característica marcante dos tecidos daquele país, são a representação mais fiel da alegria, vivacidade e inventividade do povo guineense. E foi justamente desse reduto forte e tropical da costa Atlântica Africana que os irmãos e designers de moda Júnior e Céu Rocha trouxeram as principais referências da nova coleção de verão.

Chamada de ‘Gueto da Guiné’, a coleção Verão 20/21 da Meninos Rei, marca que integra o Afro Fashion Day, celebra o aniversário de seis anos da marca e, por isso, é resultado de estudos ainda mais minuciosos dos irmãos Rocha.

“O jovem de lá nos inspirou no processo criativo. Nossas pesquisas revelam, de um lado, jovens tradicionalistas que ainda mantêm os trajes típicos, como túnicas longas e estampadas e amarrações em tecidos pelo corpo. De outro lado, na capital Bissau, o cenário muda apresentando um mood super moderno e atual. Jovens desfilam em eventos socioculturais e nos seus guetos promovem grandes encontros para expor suas ideias e, ali reunidos, se expressam através das suas roupas de forma livre e autêntica”, destaca Júnior Rocha.

Nas peças da nova coleção, exclusivas e limitadas, grafismos característicos das estamparias africanas, com cores fortes e cortes bem marcados, unindo a tradição das vestimentas do continente-mãe e a modernidade da moda contemporânea. As modelagens são amplas, proporcionando conforto, e ganham recortes assimétricos e, em algumas peças, grandes bolsos utilitários, conferindo um shape urbano, que as aproxima do ‘street style’. O destaque vai para os macacões, carro-chefe da Meninos Rei, que nessa coleção ficam mais soltos e despojados.

Fotos de Genilson Coutinho tiveram o Candeal como cenário

“O mix de estampas característico da Meninos Rei permanece, segue como protagonista das nossas criações, e dessa vez adicionamos a ele ainda mais da representatividade e autenticidade africana. Como o jovem antenado da Guiné-Bissau, que dança sua liberdade e veste com orgulho a sua ancestralidade, criamos uma coleção de atitude, ousada, tradicional e ao mesmo tempo muito cosmopolita”, explica Céu Rocha.

Pra essa coleção, a marca reafirma sua parceria de longa data com a Melissa e estreia ainda uma collab com a Abebé D'Ouro, da designer Iasmin Navarro, com bags exclusivas. O ensaio fotográfico de lançamento é estrelado pelos modelos Allesi Falcão e Adilson Silva foi clicado pelo fotógrafo Genilson Coutinho e teve as ruas do Candeal, em Salvador, como locação.

Sobre a marca
Há seis anos figurando no mundo da moda, a Meninos Rei começou como uma camisaria masculina e foi ampliando sua cartela de criações. Hoje se consolida como uma marca que veste homens e mulheres, com coleções especiais inclusive que incluem roupas infantis, moda praia e acessórios. Já vestiu nomes importantes da música nacional como Gilberto Gil, que tem predileção por camisas da marca inclusive, MV Bill, Lulu Santos, Carlinhos Brown, Toni Garrido, Margareth Menezes, Paula Lima, Iza, Mariene de Castro, Gaby Amarantos, além de atrizes e apresentadoras como Fernanda Paes Leme, Astrid Fontenelle, entre outras.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas