Marcas baianas desenvolvem peças para arrecadar verba para Obras de Irmã Dulce

salvador
01.10.2019, 17:30:12
Atualizado: 01.10.2019, 17:37:49

Marcas baianas desenvolvem peças para arrecadar verba para Obras de Irmã Dulce

Alguns criadores estarão no Afro Fashion Day 2019

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O projeto Marcas do Bem nasceu com um objetivo: aproximar os jovens dos projetos das Obras Sociais de Irmã Dulce (OSID).  A iniciativa utiliza a moda como ferramenta para o diálogo com o público. Com curadoria da Escola Baiana de Arte e Moda (EBAM), foram convidadas dez marcas baianas: Amará, Euzaria, EBAM por Elano Passos, Fagner Bispo, Jeferson Ribeiro, Kal Laynne, Miranda, Vivire e Outerelas.

Fagner Bispo é o curador de moda do Afro Fashion Day e desenvolveu uma bag com imagem da Irmã Dulce (Foto: acervo pessoal)

Cada marca convidada desenvolveu um produto de moda. A renda com a venda de cada peça será revertida para a OSID. Os produtos estão disponíveis na loja oficial da Irmã Dulce e no stand coletivo no Salvador Boa Praça, nos dias 05 e 06 de outubro.

O lançamento para convidados foi realizado no dia 27 de setembro e recebeu as marcas e Maria Rita, sobrinha de Irmã Dulce e superintendente das OSID, entre outros convidados.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas