Mas, xentê! Daniel é o nono eliminado do BBB20

em alta
24.03.2020, 23:45:00
Atualizado: 25.03.2020, 00:01:12

Mas, xentê! Daniel é o nono eliminado do BBB20

Modelo teve passagem no programa marcada por punições e trapalhadas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foto: Reprodução/TV Globo

O modelo gaúcho Daniel Lenhardt foi o nono eliminado do Big Brother Brasil 20 (BBB20) na noite desta terça-feira (24). Ele teve alta rejeição, com 80,92% dos votos do público, após uma passagem no programa marcada por trapalhadas e punições. 

Ivy, participante que entrou no programa junto com Daniel através da Casa de Vidro, teve 9% da rejeição, e Flayslane foi a preferida para deixar o programa também por 9% dos telespectadores.

Apesar da boa recepção que teve assim que entrou na casa, Daniel teve muitas atitudes reprovadas. 

Entre elas, chegou a comentar que "não existe esse negócio de lésbica" e foi acusado de machismo ao dizer a Gizelly que não conseguia ver a advogada como juíza e, para Thelma, dizer que anestesista não é médico.

Também pegou muito mal quando ele riu ao saber que Thelma chorou de fome no programa.

Além disso, Daniel fez comentários considerados racistas contra Babu. "A imagem dele eu só vejo lá [na Xepa], aqui [entre os VIPs] eu não vejo a imagem dele", declarou, o que acabou gerando forte reação nas redes sociais. 

As atitudes irresponsáveis também fizeram aumentar a rejeição do público. Desperdiçou comida e também água, com banhos demorados, e perdeu muitas estalecas (moedas usadas na 'compra' de mantimentos) por conta de traquinagens como pular na piscina com o microfone.

Os momentos de falta de higiene, como a vez em que segurou uma barata e não lavou a mão. Isso também enfraqueceu o participante, o qual o público considerou mimado pela médica Marcela, com quem se relacionou no programa.

Aos 22 anos, além de modelo, Daniel é ator, formado pela escola de teatro Nu Espaço. Atualmente, ele mora em um hostel no Rio de Janeiro, onde troca sua estadia por trabalhos como recepcionista e bartender.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas