Medidas de proteção nos bairros fecham o dia com 53 casos confirmados por teste rápido

salvador
14.12.2020, 17:55:00
Atualizado: 14.12.2020, 22:06:37
(Bruno Wendel/CORREIO)

Medidas de proteção nos bairros fecham o dia com 53 casos confirmados por teste rápido

Líder de casos na cidade, Pernambués foi o bairro com mais testes positivos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um total de 53 casos de coronavírus foram confirmados durante as ações de proteção à vida realizadas nos bairros de Brotas, Itapuã, Pernambués e Pituba nesta segunda-feira (14). A prefeitura disponibilizou um total de 360 testes rápidos, 90 em cada bairro. Pernambués foi o que teve a maior taxa de casos positivos, com 18. Os dados são da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Pernambués também é o bairro que lidera o número de casos na capital baiana, com 3.786. Logo atrás vem a Pituba, que também foi a vice-líder em casos confirmados durante as ações realizadas hoje na Praça Ana Lúcia Magalhães. Treze dos 90 testes realizados deram positivo.

De acordo com a SMS, foram mais de 8 mil testes para detecção do novo coronavírus realizados em dezembro, dentro das localidades com medidas de proteção à vida, nas 43 unidades básicas de referência do Salvador Protege e nos cinco gripários da capital. No total, 1.519 apresentaram diagnóstico positivo para a covid-19.

Coordenador das ações de proteção à vida, Fábio Motta classificou como preocupantes os números nos bairros de Itapuã, Brotas e Pernambués e afirmou que o uso de máscaras é a ação mais segura na proteção contra o coronavírus.

"Estamos fazendo testes e é importante que as pessoas compareçam. A ideia é permanecer com as ações nos bairros de Itapuã, Brotas e Pernambués, já que os números são preocupantes", disse Fábio Motta, antes de apontar que o caso da Pituba está em avaliação pelo prefeito ACM Neto.

Ainda de acordo com o coordenador, que também é secretário de Mobilidade na capital baiana, a ideia é distribuir mais de um milhão de máscaras em Salvador até o final do ano.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas