Menino de 13 anos toca fogo em casa após mãe não deixar ele jogar Free Fire

em alta
08.04.2021, 12:37:44
Atualizado: 08.04.2021, 12:41:20
(Foto: Reprodução)

Menino de 13 anos toca fogo em casa após mãe não deixar ele jogar Free Fire

Revoltada, criança chegou a tentar roubar arma de policiais

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um menino de 13 anos ficou revoltado após a mãe proibí-lo de jogar Free Fire, um jogo de tiro para celulares. Como 'retaliação', ele decidiu tocar fogo na casa da família em Goianésia (GO) no último domingo (4).

Segundo o G1, a sala da residência, com vários móveis, foi destruída pelas chamas. O adolescente tentou, ainda, roubar a arma dos policiais militares que foram prestar socorro. 

De acordo com o relato da mãe, ela não deixou o filho pegar o celular para jogar. Em seguida, a criança pegou álcool e fósfoto para atear fogo no cômodo.

A mulher relatou ainda que essa não é a primeira vez que o menino demonstrou comportamento agressivo e rebelde. Quando a polícia chegou, ele teria dado chute e socos nos militares, que precisaram algemá-lo por segurança.

O Conselho Tutelar foi chamado para acompanhar a situação. O adolescente foi levado para delegacia. Foi registrado um boletim de ocorrência circunstanciado e, em seguida, ele foi liberado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas