Militares brasileiros no Líbano estavam distantes da explosão, diz Marinha

mundo
04.08.2020, 15:17:03
Atualizado: 04.08.2020, 16:26:25
Zona portuária de Beirute foi palco de explosão de grandes proporções (Joseph Eid/AFP)

Militares brasileiros no Líbano estavam distantes da explosão, diz Marinha

Há ao menos dez mortos e centenas de feridos, de acordo com a agência Reuters

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Marinha do Brasil possui uma embarcação no litoral do Líbano, mas que estava distante da capital Beirute. A cidade foi palco de uma grande explosão nesta terça-feira (4).

Segundo informou a própria Marinha, a fragata independência está operando normalmente no mar, "distante do local da explosão".

Há ao menos dez mortos e centenas de feridos, de acordo com a agência Reuters, que ouviu fontes médicas e de segurança do país.

Vídeos: Forte explosão atinge Beirute, capital do Líbano; assista

Já o governo do Líbano fala em "alto número de feridos", mas ainda não há informação oficial sobre a causa do impacto. A Cruz Vermelha afirma que há centenas de vítimas, entre mortos e feridos. Parte foi levada a hospitais, mas ainda há muita gente presa em escombros dentro de suas casas. Barcos estão resgatando pessoas que foram jogadas ao mar.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas