Monitorado por clubes da Europa, goleiro Gabriel é promessa do Bahia na Copinha

e.c. bahia
04.01.2022, 06:00:00
Aos 17 anos, Gabriel participa de treinos com o time principal desde 2020 (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Monitorado por clubes da Europa, goleiro Gabriel é promessa do Bahia na Copinha

Recém promovido ao sub-20, Gabriel tem passagens por seleções de base

Do sonho de criança à realização da carreira de jogador profissional. Assim tem sido a vida de Gabriel, goleiro das categorias de base do Bahia. Destaque do tricolor, o jogador de 17 anos se prepara para o primeiro ano no time sub-20.

Apesar de já ter feito alguns jogos na categoria, agora ele está de fato integrado ao sub-20 e, de cara, vai fazer parte do elenco que vai disputar a Copa São Paulo - o principal torneio de base do país. A estreia do Esquadrão será na terça-feira (4), às 13h15, contra o Atlético Matogrossense. 

Apesar da pouca idade, Gabriel pode dizer que já possui certa experiência no futebol. Natural de Cariacica, no Espírito Santo, ele chegou ao tricolor com apenas 14 anos após ter sido observado em um festival. Desde então, o goleiro vem chamando atenção nas categorias inferiores. Fora os títulos do Campeonato Baiano, ele possui convocações para as seleções de base.    

“Aos 13, tive a oportunidade de vir ao Bahia, clube que me deu chance e me abraçou. Aconteceu em um festival onde tinha vários clubes. Eu vim para fazer teste pelo Bahia, mas o Departamento de Captação do clube achou melhor me colocar numa das escolinhas que estava participando desse festival e que não tinha goleiros. Pelo nível da escolinha ser baixo, eu tive muitas ações e fui aprovado”, conta.

No ano passado Gabriel foi o capitão do Bahia que conquistou o Baianão sub-17 (Foto: Jhonny Pinho/Divulgação)

“Depois disso voltei para casa para esperar a idade para começar ( 14 anos ). Nesse tempo de espera, tive a oportunidade de fazer um teste no Flamengo, no qual também fui aprovado. Mas eu fiquei encantado pela maneira que o Bahia me tratou, as oportunidades que me deram e vim pra cá. É o clube que estou hoje e, por sinal, muito feliz.”, continuou Gabriel durante entrevista ao CORREIO. 

As boas defesas chamaram a atenção não só do Bahia, mas também de clubes da Europa. O jogador vem sendo monitorado por equipes do Velho Continente. Em outubro, o Chelsea e o Valladolid, da Espanha, fizeram sondagens pelo goleiro.

Uma oferta de 2 milhões de euros (cerca de 12,6 milhões) chegou a ser apresentada aos representantes do atleta, mas as conversas não avançaram. O contrato com o Bahia vai até 2024 e a cláusula de rescisão é de 7 milhões de euros (R$ 44 milhões). 

“A sensação que eu tenho é de que o trabalho vem sendo bem realizado, e que estou no caminho certo. Cada vez mais, buscar a performance mais alta possível. Mas meu foco hoje é totalmente no Bahia”, disse Gabriel ao ser perguntado sobre o interesse de clubes do exterior.

Goleiro tricolor acumula convocações para as seleções de base do Brasil (Foto: Divulgação/CBF)

Para alcançar níveis altos de atuação, Gabriel não esconde que se inspira em estrelas do futebol mundial. Nomes como os alemães Neuer e Ter Stegen, o italiano Buffon, e os brasileiros Alisson e Ederson fazem parte da lista do garoto, mas o aprendizado maior vem de dentro do próprio clube.

Desde o ano passado, ele vem participando com frequência de treinos com o time principal. Não será surpresa até se após a Copinha o jogador seja puxado para o grupo de transição. 

“Sempre que treino com os profissionais sou tratado como se eu fosse um deles há muito tempo. Por isso me faz me sentir super à vontade. Fico mais leve para desempenhar e extrair ainda mais do meu potencial. Sempre que subo pra treinar, procuro sugar o máximo de conhecimento deles pois são caras vividos e experientes, então fico atento a cada movimento para aprender com eles o máximo possível", analisou o jogador.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas