Morte da princesa Diana completa 20 anos

mundo
31.08.2017, 13:30:00
Atualizado: 31.08.2017, 13:30:58
(AFP)

Morte da princesa Diana completa 20 anos

Lady Di foi vítima de acidente de carro em Paris, quando tentava escapar dos paparazzi

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A morte da princesa Diana, mãe dos príncipes William e Harry do Reino Unido, completa 20 anos nesta quinta-feira (31). Lady Di foi vítima de um trágico acidente de carro em um túnel de Paris, quando tentava fugir de paparazzi que a seguiam em outro veículo.

Fãs e admiradores de Diana, conhecida como "princesa do povo" pelos trabalhos sociais e humanitários que realizou, prestam homenagens à ela em frente ao Palácio de Kensington desde o início da semana. Flores, cartazes e mensagens se acumulam e decoram as grades da residência real, onde a princesa vivia em Londres, na Inglaterra, e do jardim criado em sua homenagem.

Na quarta-feira (30), os príncipes William e Harry visitaram o jardim de Kensington e se encontraram com representates das organizações beneficentes que eram apoiadas por Lady Di. 

Segundo a agência "AFP", o palácio não confirmou se irá ocorrer alguma cerimônia oficial para marcar as duas décadas sem a princesa.

Acidente

A princesa Diana sofreu o acidente em 31 de agosto de 1997 no túnel Alma, em Paris, enquanto fugia da perseguição dos paparazzi. O veículo estava em alta velocidade e terminou chocando com o 13º pilar do túnel, perto do Rio Sena. No carro, também estavam o seu namorado, o milinário egípcio Dodi al-Fayed, o segurança Trevor Rees-Jones, único sobrevivente, e o motorista Henri Paul, responsibilizado pelo acidente.

Na época, os peritos concluiram que Henri conduzia o veículo sob efeito de álcool. De acordo com a investigação feita pelas autoridades francesas e britânicas, o acidente ocorreu devido à embriaguez e ao excesso de velocidade do motorista, que tentava escapar dos paparazzi. O carro estava a mais de 100 km por hora, segundo os policiais. 

Lady Di chegou a ser socorrida e levada ao Hospital Pitie-Salpetriere junto com Rees, mas teve a morte confirmada duas horas depois, em decorrência da gravidade dos ferimentos. Diana teve lesões internas no pulmão, ferimentos na cabeça e no tórax e hemoragia interna. Dodi e Henri morreram na hora.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas