MP-BA dá prazo de 30 dias para governo sanar problemas físicos do presídio que detentos fugiram

salvador
06.04.2017, 18:59:00
Atualizado: 06.04.2017, 20:55:38

MP-BA dá prazo de 30 dias para governo sanar problemas físicos do presídio que detentos fugiram

De acordo com o promotor Edmundo Reis, da Vara de Execuções Penais, a UED passou por um processo de degradação muito acentuado nos seus onze anos de existência

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Após inspeção na Unidade Especial Disciplinar (UED) do Complexo Penitenciário da Mata Escura, de onde 25 presos fugiram, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) determinou um prazo de trinta dias para que a administração da unidade solucione algumas irregularidades físicas do prédio. De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), a Galeria C, na qual os presos ficavam, foi interditada após a fuga e os detentos foram transferidos para as galerias A e B. 

De acordo com o promotor Edmundo Reis, da Vara de Execuções Penais, a UED passou por um processo de degradação muito acentuado nos seus onze anos de existência. "A unidade tinha todas as portas automatizada, paneis de controle em três pontos básicos, mas em razão de programa de construção de novas unidades, deixou para o segundo plano a manutenção dessas unidades”, explica.

Ainda segundo ele, em fevereiro o MP-BA criou uma comissão para avaliar as condições de todas as unidades do estado. “É uma comissão plural com coordenação criminal, de direitos humanos, educação, saúde e outros. Todos os promotores dessas especialidades estão fazendo diagnóstico das unidades com fotos, questionários, entrevistas”, detalha o promotor. O trabalho e os materiais deverão ser apresentados ao governo estadual. O prazo de apresentação é 6 de maio, mas o promotor acredita que deve ser prorrogado porque não será suficiente para a conclusão do trabalho.

Do total de foragidos, somente um foi recapturado até agora. Entre os procurados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) estão homicidas, traficantes e assaltantes.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas