MPT abre inquérito para investigar morte de terceirizado da Embasa em obra

salvador
31.08.2021, 11:46:00
(Divulgação/Sintracom)

MPT abre inquérito para investigar morte de terceirizado da Embasa em obra

Vítima tinha 31 anos, estava no trabalho havia 30 dias e deixa dois filhos

O Ministério Público do Trabalho abriu um inquérito nesta terça-feira (31) para investigar as responsabilidades trabalhistas pelo acidente que matou um trabalhador soterrado em uma obra de esgotamento sanitário em Itinga, Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. 

O acidente aconteceu na noite de ontem, vitimando Neilton Souza Santos, de 31 anos. Ele trabalhava havia 30 dias para a LPX Lander, terceirizada que presta serviços para a Embasa. 

Cerca de dez operários estavam no local, por volta das 20h50, quando o acidente aconteceu. Eles trabalhavam em uma tubulação na Rua Dr. Gerino Souza Filho, quando a água começou a subir muito rápido. Houve deslizamento de terra, atingindo três trabalhadores. 

Moradores ajudaram no resgate e dois dos trabalhadores foram retirados. Neilton ficou preso. Segundo informações preliminares do MPT, no local havia um equipamento de contenção para evitar soterramento, mas ele não foi usado. Testemunhas dissera também que os trabalhadores não usavam cinto de segurança, nem cordas.

O caso é investigado pela 27ª Delegacia, de Itinga. Um laudo será feito pelo Departamento de Polícia Técnica. A Superintendência Regional do Trabalho da Bahia (SRT-BA) também foi acionada para realizar estudo que determine as causas do acidente e eventuais descumprimentos de normas de saúde e segurança do trabalho. Todos esses materiais serão usados no inquérito do MPT.

A Embasa lamentou a morte do trabalhador, em nota, e disse que vai também fazer uma investigação para apurar as responsabilidades no caso. Afirmou ainda que ajuda a investigação policial e está prestando apoio à família da vítima. Neilton deixou dois filhos. 

O corpo de Neilton será sepultado no Cemitério Campo Santos, em Salvador, às 16h30 de hoje.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas