Mulher morre após ser atacada com ácido em Sussuarana

salvador
16.02.2020, 08:07:22
Atualizado: 16.02.2020, 14:10:49

Mulher morre após ser atacada com ácido em Sussuarana

Crime aconteceu na noite deste sábado (15)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma mulher morreu após sofrer ataque com ácido no bairro de Sussuarana na madrugada deste domingo (16). Cássia Ribeiro da Conceição, 39 anos, sofreu queimaduras nos membros superiores e chegou a ser socorrida ao Hospital Geral do Estado do Estado (HGE), mas não resistiu.

O crime aconteceu na Rua Raul Gil, por volta das 22h. De acordo com parentes de Cássia, ouvidos pela polícia ainda no hospital, o ataque foi praticado por uma mulher, cujo nome não foi informado.  Ela se aproximou de Cássia e sem motivos aparente jogou ácido. 

Na hora, Cássia estava na companhia do namorado, de prenome Jean, que a chamou para irem a uma padaria. Não há informações sobre o paradeiro da autora.

Cassia foi socorrida por populares ao HGE. Na unidade, o caso foi registrado no posto da Polícia Civil como tentativa de homicídio pela delegada Francineide Moura, por volta das 02h45. No entanto, pouco depois das 04h o óbito foi constato pelo médico Renan Coutinho. 

O caso é apurado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Em nota, a Polícia Civil informou que equipes da 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central) investigam a morte e que autoria e motivação estão sendo apuradas. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas