Mulher transa com assaltante em loja para atrasá-lo até chegada da polícia

em alta
28.01.2021, 12:33:51
Atualizado: 29.01.2021, 11:30:00
Posto onde ocorreu assalto (Foto: Reprodução / Google Maps)

Mulher transa com assaltante em loja para atrasá-lo até chegada da polícia

Tcheca resolveu distraí-lo enquanto funcionário chamava a polícia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma mulher realizou um ato heróico no mínimo incomum na cidade de Bratislava, na Eslováquia. Ao ver que uma loja de conveniência estava sendo assaltada, ela decidiu transar com o ladrão para distraí-lo e atrasá-lo até que a polícia chegasse, contou reportagem do The Sun.

Tudo aconteceu após o ladrão, de 24 anos, forçar um funcionário da loja a entregar todo o dinheiro durante o assalto, na madrugada desta quarta-feira (27).

O funcionário ainda levou um soco no rosto, obrigando-o a fugir para o escritório. Foi neste momento que a mulher entrou na loja pela porta dos fundos. Ela seduziu o assaltante, realizando um sexo oral nele para impedí-lo de fugir. Neste meio tempo um funcionário chamou a polícia.

Leia mais:

Tcheca que transou com ladrão narra momentos de tensão: 'Isso salvou minha vida'

Ao chegarem na loja, os policiais se depararam com a mulher e o ladrão deitados nus no chão da loja. A mulher se chama Sona, de 35 anos, e é da República Tcheca.

O porta-voz da polícia de Bratislava, Michal Szeiff, disse à emissora TASR: "Os policiais viram o homem recebendo serviços sexuais da mulher."

De acordo com a mídia local, Sona disse a um policial: "Leve-o, não consigo mais."

Szeiff disse que o ladrão resistiu à prisão, obrigando os policiais a usar a força para detê-lo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas