Nova boca de vulcão se abre e obriga mais evacuações nas Ilhas Canárias

em alta
20.09.2021, 18:27:00
Atualizado: 20.09.2021, 18:30:13
(Foto: Reprodução/Twitter)

Nova boca de vulcão se abre e obriga mais evacuações nas Ilhas Canárias

Mais de 5,5 mil pessoas já deixaram suas casas na região do Cumbre Vieja

Residentes e turistas da ilha espanhola de La Palma, nas Canárias, continuam a se retirar de suas casas desde o início da erupção do vulcão Cumbre Vieja, neste domingo (19). 

Uma nova boca do vulcão, que oferece uma ameaça remota de provocar um tsunami no Brasil, se abriu na noite desta segunda-feira (as Ilhas Canárias estão 4h na frente do fuso de Brasília), e obrigou os residentes da região de Tacande, no município de El Paso, a deixar suas casas. Já é a nona boca deste vulcão.

Até a tarde desta segunda, 5.500 moradores já haviam sido retirados de suas casas devido à proximidade com a zona de erupção ou porque suas propriedades estavam no caminho que a lava deve seguir.

Tacande é uma cidade de apenas 704 habitantes, mas ainda não é possível dizer quantos deles devem ser removidos. Até o início da noite desta segunda, nenhuma morte relacionada à atividade vulcânica havia sido confirmada.

Segundo o site espanhol El Diario, o movimento da lava abrandou nas últimas horas, e não deve chegar ao mar nesta noite. A informação é do diretor do Plano de Prevenção de Riscos Vulcânicos das Ilhas Canárias, Pevolca, Miguel Ángel Morcuende em declarações à agência EFE.

Isso não significa, segundo ele, que a erupção tenha diminuído sua atividade e deve-se verificar nas próximas horas se essa redução é uma tendência ou não. 

Os técnicos explicaram que a lava continua a descer na altura do núcleo do Todoque, preenchendo espaços e em alguns pontos transborda mas a uma velocidade mais lenta do que o previsto.

Lava já engoliu casas e carros
No segundo dia de atividade vulcânica, diversas casas estão sendo engolidas pela lava expelida pelo Cumbre Vieja. Após passar por cerca de 100 casas e florestas, a rocha derretida fluiu em direção ao Oceano Atlântico, mas ainda não atingiu o mar.

A erupção ocorreu em uma região pouco povoada da ilha de La Palma. Por lá vivem cerca de 85 mil pessoas. Na ilha, há uma fumaça densa que sai do vulcão, e alguma casas estão em chamas.

"A lava se movimenta em direção à costa, e os danos serão materiais. De acordo com os especialistas, há um volume de lava entre 17 milhões e 20 milhões de metros cúbicos", disse o presidente regional Angel Victor Torres. Cada metro cúbico de lava equivale a mil litros.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas