Novo gerente de futebol, Petkovic ressalta busca por filosofia no Vitória

e.c. vitória
03.05.2017, 15:13:00
Atualizado: 03.05.2017, 18:03:10

Novo gerente de futebol, Petkovic ressalta busca por filosofia no Vitória

Ídolo da torcida rubro-negra, sérvio vai atuar no departamento de futebol profissional ao lado de Sinval Vieira

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O gringo está de volta! Ídolo com a camisa do Vitória, o sérvio Dejan Petkovic foi apresentado como novo gerente de futebol do clube nesta quarta-feira (3). O retorno de Pet - como ficou conhecido -  à Toca do Leão acontece 18 anos depois dele brilhar em campo pelo rubro-negro e foi a receita encontrada pela diretoria do Vitória para tentar afastar a crise após a eliminação na Copa do Nordeste para o rival Bahia e a demissão do técnico Argel Fucks.  

Quem leva? Decisões entre Bahia e Vitória têm goleadas, histórias e confusões; confira

No novo posto, Pet terá a missão de gerenciar o futebol profissional do Vitória, junto com o diretor Sinval Vieira. Segundo Petkovic, a ideia é passar a experiência adquirida como jogador e treinador para o grupo de atletas. "Já fazia parte do Vitória há 20 anos e nunca escondi que torço para o Vitória aqui no Brasil. Tenho que assumir logo a minha função, esse é o dever de um profissional", afirmou. 

"Existe um projeto que estamos querendo criar, uma filosofia, uma forma de trabalho no Vitória. Dentro do departamento, em conjunto com todo mundo, buscar o histórico do Vitória, saber o que o torcedor espera. O Vitória formou muitos craques e precisa encontrar a sua metodologia de trabalho, tanto na base quanto no profissional", explicou Pet. 

Petkovic foi apresentado como novo gerente de futebol do Vitória ao lado do presidente Ivã de Almeida 
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

Questionado sobre a curta carreira de treinador, com passagens por Atlético-PR (sub-23), Criciúma e Sampaio Corrêa, Pet afirma que apenas deu um tempo e que já vinha conversando com o Leão desde dezembro do ano passado.  

"Eu tranquei minha carreira de treinador, como se faz em uma universidade. Não foi forçado, mas quando chega um convite com um projeto de um clube que você considera como seu, que você gosta, você começa a reconsiderar se tem que fazer ou não, e tem que buscar fazer o seu melhor possível para vencer os obstáculos", disse. 

Foco na base
De acordo com Sinval Vieira, com a chegada de Petkovic as divisões de base do clube passarão a ganhar mais atenção do departamento profissional de futebol. Sinval afirma que é preciso recolocar o rubro-negro na posição de grande formador de atletas.

"Nossa divisão de base já tem seus coordenadores e gerentes, o futebol profissional agora tem o seu gerente de futebol, que vai conviver o dia a dia com o plantel, e nós vamos estar vivendo com as duas coisas. Não podemos conviver apenas com o futebol profissional e esquecer do nosso diamante, que é a base", afirmou Sinval.

Novo treinador
De acordo com o presidente Ivã de Almeida, a chegada de Petkovic vai acelerar a busca por um novo treinador. Enquanto o martelo não é batido, o auxiliar Wesley Carvalho segue no comando como interino.

"Agora fazendo parte dessa equipe, o Petkovic vai fazer parte desse ministério que vai apontar esse novo treinador. A partir de agora vamos intensificar as coisas. Posso dizer que já tivemos algumas conversas, mas ainda não temos definição", finalizou Ivã. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas