O futuro da atividade física online: será que veio para ficar?

podcast
03.08.2020, 06:00:00

O futuro da atividade física online: será que veio para ficar?


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A gente volta a falar do futuro da atividade física. No dia 22 de julho, publicamos entrevista com Rogério Moura, presidente do Conselho Regional de Educação Física (CREF/BA), sobre o assunto. Agora, a gente traz para a discussão quem está à frente de alguns desses projetos: os profissionais de educação física.

Conversamos com instrutores de diferentes modalidades: personal trainer, muay thai, pode dance e treino funcional. Todos tiveram que se adaptar de alguma forma às aulas online desde março para que continuassem com algum tipo de renda nesse período. E, em alguns casos, tiveram muito sucesso e conseguiram ainda mais alunos do que antes.

Conversamos com Bruno Doria (@brunodoriabodytraining), de treino funcional; Rafael Pereira (@pereirarafael89), personal trainer; Alice Suzart do Flutuarte Pole Estúdio (@flutuartepoledance), de pole dance; e Isadora Somensi (@isasomensi), atleta e instrutora de Muay Thai.

Para ouvir o podcast, use seu aplicativo preferido ou clique no player abaixo. Você também pode fazer o download:

Para ouvir no Deezer, clique aqui.
Para ouvir no Spotify, clique aqui.
Para ouvir no Apple Podcasts, clique aqui.
Para ouvir no Google Podcasts, clique aqui

MAS O QUE É PODCAST? É um programa de áudio igualzinho a um de rádio, mas que você pode ouvir quando, onde e como quiser - pulando, pausando ou adiantando os trechos, se preferir. Basta ter um aplicativo de músicas (como Spotify), um aplicativo para podcasts (do Google ou da Apple) ou simplesmente dar o play na janela acima.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas