Onix RS, versão mais nova do hatch, tem motor turbo e visual esportivo

autos & etc
14.04.2021, 12:00:00
Atualizado: 14.04.2021, 14:35:58

Onix RS, versão mais nova do hatch, tem motor turbo e visual esportivo

Por R$ 81.430, Chevrolet peca em não fornecer uma câmera de ré. Confira as impressões de jornalista especializado em autos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

No final do ano passado, um ano após o lançamento da segunda geração, o Onix ganhou uma versão com aparência esportiva. Batizada de RS, a configuração é exclusiva para o modelo com carroceria hatchback.

O posicionamento da versão RS, oferecida por R$ 81.430, é entre a LTZ, que custa R$ 80.430 com câmbio automático e a Premier, que parte de R$ 85.430. Para essas três opções o conjunto mecânico é o mesmo: transmissão automática de seis velocidades e motor 1 litro turbo de três cilindros, que rende 116 cv com gasolina e/ou etanol, sempre a 5.500 rpm. O torque máximo, obtido a 2 mil giros, é de 16,3 kgfm com gasolina e 16,8 kgfm com etanol.

Dê play e confira a avaliação do Chevrolet Onix RS

Com diferença de apenas R$ 1 mil entre LTZ e o RS, o consumidor precisa ponderar o que mais vai utilizar ou o que mais valoriza. A estética do RS é exclusiva, principalmente pela grade dianteira diferente de todas as versões. Externamente, ainda há um aerofólio na tampa do porta-malas, saias laterais e rodas escurecidas de 16 polegadas, entre outros itens.

Por dentro, o ambiente também remete à esportividade, com costura vermelha nos bancos e volante. Até o teto é escuro, diferente das demais configurações.

As saias laterais, as rodas escurecidas e o aerofólio são exclusivos da versão RS
As saias laterais, as rodas escurecidas e o aerofólio são exclusivos da versão RS (Foto: Antônio Meira Jr./CORREIO)
Os seis airbags e a direção com assistência elétrica são de série em todas as configurações
Os seis airbags e a direção com assistência elétrica são de série em todas as configurações (Fotos: GM)
O interior da versão esportiva tem costuras vermelhas no volante e nos bancos
O interior da versão esportiva tem costuras vermelhas no volante e nos bancos
A central multimídia MyLink é de série e tem operação bem intuitiva
A central multimídia MyLink é de série e tem operação bem intuitiva
Essa versão conta apenas com transmissão automática, de seis velocidades
Essa versão conta apenas com transmissão automática, de seis velocidades

No entanto, o consumidor não irá dispor de itens como câmera de ré, acesso ao carro por meio de um sensor de aproximação e partida por botão. Todos esses equipamentos são de série no LTZ. O catálogo de cores do RS é limitado a três opções: preto metálico, sem custo extra, branco sólida (R$ 850) e vermelho metálica (R$ 1.600). O LTZ tem três cores a mais: azul, cinza e prata, todas com custo extra de R$ 1.600.

Confira o vídeo, e veja qual dessas versões seria a melhor opção para você.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas