Operação apreende blindado, pistolas e escopeta na casa de Gabriel Monteiro no Rio

brasil
07.04.2022, 14:21:00
(Reprodução/TV Globo)

Operação apreende blindado, pistolas e escopeta na casa de Gabriel Monteiro no Rio

"Todos os armamentos são legais", diz vereador, que é investigado após vazamento de vídeo de sexo com adolescente

Uma operação na casa do vereador do Rio de Janeiro Gabriel Monteiro (PL) apreendeu seis pistolas e uma escopeta, além de um veículo blindado, nesta quinta-feira (7). Depois da busca e apreensão, o vereador foi até a 42ª Delegacia (Recreio) para ser ouvido em um inquérito que investiga o vazamento de um vídeo em que faz sexo com uma adolescente de 15 anos.

A gravação circulou por Twitter e grupos de WhatsApp. Gabriel acusa um ex-funcionário de ser responsável pelo vazamento. “Já de antemão, não encontraram nada ilegal na minha casa, tudo perfeito”, declarou o vereador à imprensa ao chegar à delegacia, segundo o G1.

O delegado Luis Mauricio Armond Campos, titular da 42ª DP, falou sobre a ação. “São pistolas, armas longas, tem carregadores, coletes. Faremos um levantamento, se existe alguma restrição, se existe alguma circunstância a ser levada em conta. E aí vamos verificar, depois dessas análises, o que fazer com esses equipamentos”, explicou, sobre o armamento apreendido.

Monteiro garantiu que todas as armas estão legais. “Todos os armamentos apreendidos possivelmente serão liberados agora”, acredita. "Todos os armamentos são legais, tudo dentro da lei. Não existe irregular. Deixa bem claro para os telespectadores, que a gente tem que deixar bem claro, que nenhum armamento é frio, é ilegal, nenhum fere o estatuto do desarmamento".

Operação
Além de Monteiro, foram cumpridos mandados de busca e apreensão contra outras seis pessoas, entre assessores e ex-funcionários do vereador. 

Por conta do vazamento e de uma série de acusações feitas por assessores e ex-funcionários, que relataram casos de assédio moral e sexual, entre outros, o vereador enfrenta uma representação na Câmara Municipal do Rio, podendo perder o mandato. 

Os assessores dizem que Gabriel fazia orgias na casa com menores de idade. Um ex-funcionário relatou que já encontrou meninas saindo do local chorando.

Gabriel, que tem 27 anos, pode responder por distribuir material pornográfico envolvendo menores se ficar comprovado que foi ele quem vazou o vídeo com a adolescente. A pena chega a seis anos de prisão, além de pagamento de multa. 

Tanto Monteiro quanto a jovem dizem que a relação íntima e a gravação tiveram autorização dos dois. O vereador diz que a garota alegava ser maior de idade. A adolescente e a mãe foram até a delegacia registrar o vazamento do vídeo. A mãe afirmou que o relacionamento da filha com o vereador era consensual. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas