Operação com aviões na Argentina reduz a nuvem de gafanhotos

mundo
03.07.2020, 12:03:00
(Senasa/Divulgação)

Operação com aviões na Argentina reduz a nuvem de gafanhotos

Aplicação de inseticidas por aviões ocorreu na tarde da quinta

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Argentina conseguiu diminuir a nuvem de gafanhotos que se aproximou do Brasil fazendo uma aplicação de inseticidas por avições. A ação no país vizinho aconteceu na tarde da quinta-feira (2).

De acordo com o último boletim divulgado pelo Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar da Argentina (Senasa), a ação “conseguiu reduzir a intensidade da praga”.

A nuvem de gafanhotos agora está estacionada na cidade de Paraje El Descanso, na província de Corrientes. Os técnicos argentinos voltam a campo nesta sexta para estudar novas medidas de controle, após avaliar mais detalhadamente o efeito da aplicação.

Os gafanhotos se afastaram um pouco do Brasil nos últimos dias por conta de dois fenômenos: a chegada do frio ao Sul do país e também o "ciclone bomba" que passou pela região.

“Nós tivemos duas ondas de chuva no Rio Grande do Sul, uma no sábado, que foi pouca e depois tivemos o ciclone, com chuvas severas e a chegada do frio. Hoje, diante das atuais condições climáticas, não acredito que a nuvem chegue ao Brasil", disse ao G1 o meteorologista Marco Antonio dos Santos. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas