Pai é preso após impedir a prisão do filho em Pituaçu

salvador
17.07.2017, 17:10:00
Atualizado: 17.07.2017, 17:10:55

Pai é preso após impedir a prisão do filho em Pituaçu

Segundo a polícia, os investigadores que fariam a prisão foram agredidos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Wellington Jorge de Carvalho foi preso acusado de agredir policiais e de impedir que o filho dele, Leonardo Ferreira de Carvalho, fosse levado para a Delegacia na manhã desta segunda-feira (17). Leonardo está sendo investigado por envolvido no roubo de carros. 

Wellington foi preso em flagrante (Foto: divulgação/ PC)

Segundo a Polícia Civil, investigadores da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV) estiveram na casa de Wellington, no bairro de Pituaçu, na manhã desta segunda. O objetivo era prender Leonardo, mas, segundo a polícia, o pai e o irmão do jovem agrediram os investigadores e deram fuga para o suspeito. Depois da confusão, Wellington e o outro filho foram conduzidos para a Delegacia.

Leonardo ainda está sendo procurado (Foto: Divulgação/ PC)

O irmão de Leonardo foi ouvido e liberado depois de assinar um Termo Circunstanciado (TC), mas o pai deles, Wellington, foi autuado em flagrante por impedimento do trabalho policial, lesão corporal e posse ilegal de munição. A polícia encontrou artefatos de fuzil 7.62. Ele será encaminhado para o Núcleo de Prisão em Flagrante (NPF). Leonardo ainda está sendo procurado. 

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Leonardo pode ajudar a polícia através do Disque Denúncia, através dos telefones: (71) 3235-0000 ou 181. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas