Papa Francisco almoça com moradores de rua no Dia Mundial dos Pobres

mundo
17.11.2019, 16:23:49
Atualizado: 17.11.2019, 16:27:42
(AFP)

Papa Francisco almoça com moradores de rua no Dia Mundial dos Pobres

Religioso criticou a indiferença da sociedade ante os mais desfavorecidos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O papa Francisco almoçou com cerca de 1.500 moradores de rua no Vaticano para celebrar o Dia Mundial dos Pobres neste domingo, 17. O pontífice celebrou uma missa na Basílica de São Pedro dedicada à conscientização sobre a pobreza no mundo.

Francisco criticou a indiferença da sociedade aos mais desfavorecidos. "Meus pensamentos vão para aqueles que promovem iniciativas de solidariedade para dar esperança concreta aos mais desfavorecidos", disse o papa na praça São Pedro, antes do almoço. Francisco lamentou que "a ganância de algumas pessoas ricas esteja agravando o sofrimento dos pobres".

O Santo Padre chegou à sala Paulo VI às 12h20 (hora local) e sentou-se a mesa principal, de onde dirigiu algumas palavras aos presentes. "Minhas boas-vindas a todos. Desejo que hoje o Senhor abençoe a todos nós: que Deus nos abençoe nesta reunião de amigos, neste almoço e também bênçãos às suas famílias. Que o Senhor abençoe a todos. Obrigado e bom almoço."

O almoço foi servido por 50 voluntários e colaboradores de associações de voluntariado. O menu oferecido era composto por: lasanha, picadinho de frango com creme de cogumelos, batata assada, sobremesa, frutas e café. O papa Francisco entregou aos presentes e às associações mais de 1.500 bolsas contendo um quilo de massa. 

*Com agências internacionais

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas