Papa Francisco volta a condenar aborto: 'é homicídio'

mundo
14.10.2021, 09:26:46
Atualizado: 14.10.2021, 09:33:52
(Filippo Monteforte/AFP)

Papa Francisco volta a condenar aborto: 'é homicídio'

O aborto é permitido por lei na Itália desde a década de 1970

O papa Francisco voltou a afirmar que aborto é homicídio e recomendou aos profissionais da saúde que não realizem o procedimento mesmo nos locais onde a prática é legalizada. A declaração foi dada em um evento para farmacêuticos na Itália, nesta quinta-feira (14).

"Vocês sempre estão a serviço da vida humana, e isso pode comportar, em certos casos, a objeção de consciência, que não é infidelidade, mas sim fidelidade à sua profissão. E também é uma denúncia das injustiças contra vidas inocentes e indefesas", declarou o líder católico.

"Sobre o aborto, sou muito claro: trata-se de um homicídio, e não é lícito tornar-se cúmplice. Nosso dever é estarmos próximos das mulheres para que não se chegue a pensar na solução abortiva, que, na realidade, não é uma solução", acrescentou. O aborto é permitido por lei na Itália desde a década de 1970, mas médicos e enfermeiros podem alegar "objeção de consciência" para não participar desse tipo de procedimento.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas