Paulo Carneiro devolve equipamentos de ginástica do Vitória, diz Comissão

e.c. vitória
04.11.2021, 20:39:00
(Arisson Marinho/ Arquivo Correio)

Paulo Carneiro devolve equipamentos de ginástica do Vitória, diz Comissão

Após divulgação de sindicância para investigar sumiço, aparelhos foram devolvidos ao CT na tarde desta quinta (4)

Após a denúncia de que dois aparelhos da academia do Vitória teriam sumido e, supostamente, transportados para a casa do presidente afastado do clube, Paulo Carneiro, o Leão recebeu de volta a esteira de corrida e o elíptico na tarde desta quinta-feira (4).

Segundo Bruno Torres, presidente da comissão patrimonial para apurar os sumiços dos equipamentos, eles foram entregues no Centro de Treinamento após ter sido divulgada no site do clube uma portaria abrindo uma sindicância para recolher documentos, notas fiscais e depoimentos de funcionários sobre o caso.

“Após a reunião que tive na quarta (3), onde estabeleci uma sindicância para apurar se os equipamentos tinham saído, quem havia liberado, como e para onde eles teriam ido, recebi um telefonema do clube informando que a esteira e o elíptico tinham sido devolvidos por conta própria”, informou.

A atitude da devolução dos aparelhos ter acontecido logo depois da divulgação da portaria indica, para Bruno, uma confissão de que o presidente Paulo Carneiro tinha posse dos objetos da academia. “Com essa devolução ele confessou. Se não estava lá, era do clube e agora são devolvidos, é a prova de que eles não são da pessoa”, completou.

O presidente da comissão também afirmou que o próximo passo é, em até duas semanas, finalizar o relatório com os depoimentos restantes de funcionários que tomaram conhecimento dos fatos e souberam que os aparelhos tinham sido retirados da Toca. Mas ele alerta que não cabe à comissão patrimonial dizer quais medidas serão impostas a Paulo Carneiro.

“Nós somos nomeados para a apuração apenas. Juntamos as provas e então encaminhamos para o Conselho Diretor e a Comissão de Ética. Eles decidem quais medidas serão aplicadas, se vão optar pela exclusão ou não (do quadro de conselheiros)”.

O artigo 10 do estatuto do rubro-negro determina que a apropriação de “qualquer valor ou bem pertencente ao Vitória, poderá ser punido com advertência escrita, suspensão ou exclusão”. Paulo Carneiro já foi afastado por 60 dias do cargo de presidente e o prazo foi renovado por mais dois meses.

Outras esteiras foram recuperadas

Bruno Torres também informou que, pouco antes de receber os aparelhos na tarde desta quinta, outras duas esteiras similares também foram devolvidas ao clube. Segundo o presidente da comissão, ele foi informado por uma pessoa que recebeu as duas outras esteiras para descarte, mas que resolveu consertar os equipamentos e estava devolvendo ao Vitória.

“Nesse caso, não houve má fé. Apenas fiquei surpreso porque, na verdade, eram cinco aparelhos sumidos no total”. O Vitória não arcou com os custos de transporte para essas operações de devolução.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas