Pazuello promete vacinar metade dos brasileiros adultos até o meio do ano

coronavírus
11.03.2021, 08:05:34
(Foto: Agência Brasil)

Pazuello promete vacinar metade dos brasileiros adultos até o meio do ano

Ministro negou que o sistema de saúde esteja colapsado

O ministro da Saúde, o general Eduardo Pazuello, falou durante um vídeo divulgado pela pasta que metade dos brasileiros "vacináveis" - ou seja, adultos - tomarão a vacina contra a covid-19 até o meio do ano. 

"Quanto as vacinas, já entregamos mais de 20 milhões de doses, o que nos permite vacinar 12 milhões de brasileiros. Estamos avançando rapidamente, com entregas semanais de novos lotes. Chegaremos esses mês (março) a 46 milhões de doses, e em abril a 80 milhões. Isso se deve, principalmente, a nossa produção nacional, além das compras programas e efetuadas de outros países. Até o meio do ano, vacinaremos a metade da população brasileira adulta", garantiu.

O ministro também afirmou que o sistema de saúde brasileiro não está colapsado - apesar de alguns estados, como o Rio Grande do Sul, registrarem infectados morrendo sem conseguir um leito de UTI. "Estamos, de forma integrada, com governadores, prefeitos e todo o sistema privado, concentrando todos os esforços com o objetívo único: salvar ainda mais vidas", afirmou o ministro.

Pazuello também defendeu a adoção de medidas de segurança para combater o coronavírus, mas não citou quais. "Peço a cada brasileiro que cuide um do outro, e siga as orientações básicas recomendadas e exigidas para a proteção coletiva. É um momento que requer união nacional", pediu.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas