Pelo menos de 58 pessoas morreram em atentado em escola no Afeganistão

mundo
09.05.2021, 14:59:15
Atualizado: 09.05.2021, 16:00:35
(Divulgação/ONU)

Pelo menos de 58 pessoas morreram em atentado em escola no Afeganistão

Mais de 100 pessoas ficaram feridas nas explosões

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Ministério do Interior do Afeganistão informou que pelo menos 58 pessoas morreram em um atentado com bombas feito na noite de ontem (8) junto de uma escola em Cabul. Mais de 100 pessoas ficaram feridas nas explosões.

Segundo a pasta, primeiro houve a explosão de um carro na porta da escola, depois a detonação de duas outras bombas quando as estudantes fugiam, em pânico, do edifício.

Nenhum grupo reivindicou a autoria do atentado, mas o presidente do Afeganistão atribuiu a responsabilidade aos talibã, que negam qualquer envolvimento.

As autoridades locais disseram que a maioria dos mortos eram estudantes. Algumas famílias ainda procuravam em hospitais por seus filhos.

Neste domingo (9), o Papa Francisco classificou o ataque como um "ato desumano" em declarações aos peregrinos na Praça de São Pedro, na Cidade do Vaticano.

*Com informações da Reuters e da RTP

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas