Pequeno manual de cozinha para mulheres livres

katia najara
20.06.2021, 05:35:00

Pequeno manual de cozinha para mulheres livres


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Hoje eu falo a mulheres que, por algum motivo, ainda vivem em regime de escravidão doméstica. Seja por uma total falta de consciência, talento nato para subserviência, medo, comodismo, distração, doença de amor, autossabotagem, estima rasteira, insegurança, ignorância, ou qualquer um desses vírus que vieram no chip do patriarcado. Não te julgo e sei que nem todas estão prontas (e querem) desapegar da lingerie quando a fogueira está em chamas.

Por mim, tu mandava esse traste para os quintos dos infernos, até porque se “o problema são as crianças” acredite que o que elas mais precisam é de exemplo de coragem e liberdade para serem quem são. MAS, enquanto eu espero em Oxum que você conquiste a sua própria liberdade para ser quem é, te sopro no ouvido algumas dicas básicas e bem cretinas de sobrevivência na cozinha, esse território que deveria ser tão leve mas que, a depender da conjuntura, vira estorvo, eu sei. Assim, vai sobrar um tempo para poder sonhar e, quem sabe, ler Beauvoir, Laura Gutman e Maitena.

1 - Compre galinha de televisão de cachorro uma vez por semana. Escolha a melhor da cidade e já aproveita para pedir também o arroz e a farofinha. Tu só vai rasgar umas folhas e cortar uns tomates, e a geral vai ao delírio.

2- Compre alguns pratos congelados e entoque nos confins do congelador. Para todos os efeitos, foi você quem fez.

3- Se for para cozinhar, invista em pratos únicos, daqueles que ficam por conta do forno: lasanhas, tortas salgadas de liquidificador, quibe assado, rosbife de mignon inteiro, já com as batatas.

4- Encontre uma ortopedista parceira que te diagnostique com tendinite aguda no pulso e inapta para qualquer atividade para além.

5- Envolva os filhos no plano. Pague-os, se necessário, para comprar o pão, fazer café e suco, lavar louça, colocar a mesa e mentir pro papai.

6- Faça logo 4 kg de feijão e congele. Aproveite, bata uma parte e já garanta umas sopas.

7- Sobremesa? Compre uma ruma de picolé Capelinha de diversos sabores. Banana da prata congelada vira o melhor dos sorvetes, basta uma colher de chocolate em pó e um mixer na mão. Cubos ou rodelas de abacaxi doces e bem gelados com poeirinha de canela e raspas de limão são incrivelmente surpreendentes - se colocar uma folhinha de hortelã então, glam!

8- Pesquise receitas de 15 minutos, tipo bifes acebolados, omeletes (ovo pra dentro), massas tiradas a grã-finas (se ligue na receitinha anexa), arrozes incrementados com o que tiver em casa, iscas de peixe temperadas na hora com shoyu, gengibre, alho e raspas de limão, etcetera.

9- Use palavras “gourmet” para impressionar, como redução, gratinado, flambado, salteado. Se ele achar chique, se animar, quiser fazer ozadia e você não estiver afins, miosan no suquinho (que mal há?).

10- Quando ele quiser aquela comida de raiz que dá um trabalho do cão, fale com Leila Carreiro, peça no Dona Mariquita na cocó, e jure de pé junto que aprendeu numa aula online de cozinha do Recôncavo. Ela vai te apoiar.

11- E se ele cair na besteira de querer oferecer um almoço para a família... Bem, adoeça gravemente (é bom ter o apoio de uma cardiologista também). Na primeira vez é tranquilo e a sogra vai até sugerir uns chás milagrosos; na segunda, coincidência demais; na terceira já é fria, portanto fuja antes disso!

Em resumo, amiga, minta, faça a louca, e use o tempo que salvou para traçar o seu plano de fuga dessa vida besta, antes que seja tarde.

Amor,

K.

ESPAGUETE DE QUEIJO AZUL COM DAMASCO E NOZES PARA IMPRESSIONAR MARIDOS TOLOS
(para 4 pessoas | tempo de preparo 15 min)

1 - Cozinhe 500g da melhor massa possível de acordo com as orientações do fabricante.

2- Toste um punhado de nozes (coisa de 150g) numa frigideirinha de teflon e reserve (cuidado que queima fácil).

3 - Ferva 1 litro de creme de leite fresco em fogo baixíssimo numa panela grande o suficiente para misturar tudo.

4- Some um punhado de damascos bem picadinhos (coisa de 150g) e 500g de gorgonzola excelente para derreter, mas não completamente.

5 – Escorra a massa e some ao molho uma ou duas conchas da água do cozimento, pois o molho tende a encorpar e secar muito rapidamente. Inclusive é bom reservar essa água fervente do cozimento até o final da refeição para o caso de necessidade de mais (re) hidratação.

6 – Solte as nozes tostadas sobre a massa já no prato e comam imediatamente.

7 – Faça uma cara bem blasé e não esquece o miosan.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas