PF apreende 1,3 tonelada de cocaína em jatinho; tripulação tentou decolar em fuga

em alta
04.08.2021, 16:02:00
Atualizado: 04.08.2021, 16:10:08
(Foto: Polícia Federal/Divulgação)

PF apreende 1,3 tonelada de cocaína em jatinho; tripulação tentou decolar em fuga

Droga localizada em Fortaleza estava dentro de 24 malas de viagem; veja vídeo

Um total de 1,3 tonelada de cocaína descoberta dentro de 24 malas em jatinho no aeroporto de Fortaleza na manhã desta quarta-feira, 4, foi apreendida pela Polícia Federal (PF). É a maior apreensão do ano. De acordo com informações da PF, a tripulação ainda tentou decolar em fuga enquanto os policiais desciam da aeronave para chamar equipes de vistoria para a droga. Em cada uma das malas havia 50 tabletes de cocaína 

Um passageiro espanhol de 60 anos, da região de Astúrias, que já vinha sendo acompanhado pela PF, e quatro turcos, membros da tripulação da aeronave, foram conduzidos e foram interrogados sendo interrogados. 

A apreensão decorre de investigação da PF. A droga foi flagrada em uma aeronave executiva de nacionalidade turca que decolou de Ribeirão Preto (SP) e tinha como destino Bruxelas, na Bélgica.

A droga estava acondicionada em 24 malas pertencentes a um passageiro espanhol. Havia 50 tabletes de droga em cada mala, com um total de 1.200 tabletes de cocaína. Foram apreendidos a aeronave, celulares e documentos. As investigações continuam com a análise desse material.

Em coletiva realizada da sede da Polícia Federal em Fortaleza, o delegado Alan Ramos informa que a tripulação foi ouvida na manhã desta quarta-feira, 4, e liberada em seguida.  Segundo ele, a aeronave entrou na Capital há poucos dias para Ribeirão Preto (SP) e foram encontradas as drogas quando eles retornavam a cidade paulistana. "Desde o início os policiais federais desconfiaram da atitude do passageiro, que carregava 24 malas de grande peso e dava respostas inconsistentes", conta.

Ainda de acordo com o delegado, a suspeita, que foi confirmada em seguida, aumentou quando ele disse que ia para Guarulhos, inicialmente, para um trabalho e, logo depois, se contradisse dizendo que faria turismo na cidade. "Essas inconsistência fez com que os policiais desconfiassem e passassem a realizar a abertura das malas", conta.

Durante a vistoria, ainda de acordo com o delegado, os agentes da PF desceram da aeronave para realizar uma comunicação com o efetivo do aeroporto já que o trabalho dos agentes é sempre em conjunto com outros órgãos e empresas que atuam no local. "Quando os policiais desceram, os tripulantes e os passageiros fizeram um movimento de querer subir a escada da aeronave, não desligar o motor para fugir. Os policiais passaram a agir de forma mais dura, subiram na aeronave, determinaram que se desligasse o motor e passaram a realizar a abertura das malas", informa. 

Ainda de acordo com o delegado, a tripulação, que é turca foi ouvida e liberada. O passageiro espanhol e o comandante turco serão encaminhados ao sistema prisional e vão ficar à disposição da Justiça Federal.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas