Polícia procura suspeito de matar namorada de PM em pastelaria na Federação

salvador
15.10.2019, 12:16:00
Atualizado: 15.10.2019, 13:56:56

Polícia procura suspeito de matar namorada de PM em pastelaria na Federação

Vídeo mostra tiroteio; autor de disparo agiu com pelo menos dois comparsas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Equipes do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) realizam buscas para localizar Luís Henrique Lima Silva, 24 anos, que é suspeito de envolvimento no assalto que terminou com Fabiana Alves Nascimento do Carmo, 40 anos, morta com um tiro na cabeça na última quinta-feira (10), no bairro da Federação.

A situação ocorreu próximo a uma pastelaria na Rua Sérgio de Carvalho, na região do Parque São Brás, por volta das 19h. Um vídeo mostra a chegada dos bandidos à pastelaria, a reação de um cliente, além da troca de tiros e fuga dos criminosos. Assista.

Após levar o tiro, a vítima ficou caída no solo e acabou sendo socorrida pelo companheiro, que é policial militar, para o Hospital Geral do Estado (HGE). No entanto, ela chegou à unidade de saúde às 20h20, já sem vida.

Durante a fuga, os suspeitos deixaram cair no local um revólver calibre 38. Homens da 41ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Garcia e Federação) foram encaminhados para atender a ocorrência, mas os criminosos já tinham fugido.

Suspeito já está com mandado de prisão preventiva, segundo delegada (Foto: Divulgação/SSP)

A diretora do DCCP, delegada Maria Selma Lima, explica que o suspeito está com um mandado de prisão preventiva em aberto. “Solicitamos a prisão dele, assim que conseguimos identificá-lo”, comentou a diretora.

De acordo com as investigações, Luís Henrique é o autor do disparo, que vitimou Fabiana Nascimento Alves do Carmo, durante a ação criminosa.

“Quem tiver informações sobre o latrocida, pode ligar para o Disque Denúncia , no telefone (71) 3235-0000 ou 181 para o interior do estado”, completou a delegada Maria Selma. As denúncias podem ser feitas de forma anônima.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas