Policiais pedem demissão após ignorarem ocorrências enquanto faziam sexo em viatura

em alta
22.09.2021, 08:58:18
Atualizado: 22.09.2021, 09:01:50
(Foto: Reprodução)

Policiais pedem demissão após ignorarem ocorrências enquanto faziam sexo em viatura

Ambos eram casados com outras pessoas e viviam relacionamento extraconjugal na Inglaterra

O rádio anunciava duas chamadas de emergência  — uma das ocorrências em um hospital e outra de arrobamento de loja, ambas durante a madrugada — mas a sargento Molly Edwards e o policial Richard Paton ignoravam. Eles estavam ocupados demais fazendo sexo em uma viatura escanionada numa área deserta de Surrey, na Inglaterra.

Os dois agentes são casados e tem filhos com outras pessoas. O caso veio à tona após a dupla ser avistada dentro da viatura por superiores.

Gravações mostraram que a dupla falou sobre fantasias sexuais antes de partir para intimidades físicas. Os dois agentes já tinham feito sexo em pelo menos uma outra oportunidade. Os incidentes ocorreram em junho e setembro de 2019.

A situação tornou-se insustentável e uma investigação interna pedia a expulsão dos oficiais. No mês passado, Molly e Richar se anteciparam e pediram dispensa da polícia, contou o tablóide inglês The Sun.

Em sua defesa, Molly disse que não houve "sexo completo". A investigação concluiu que a dupla não "mantinha um caso", mas se encontrava esporadicamente.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas