Por insumos de vacina, governo Bolsonaro baixará o tom contra Huawei no 5G

mundo
21.01.2021, 11:56:17
Atualizado: 21.01.2021, 12:02:01
(Pavel Golovkin/AFP)

Por insumos de vacina, governo Bolsonaro baixará o tom contra Huawei no 5G

Insumos para imunizantes para covid-19 estão retidos no país asiático

Devido a crise diplomática com a China para a importação de insumos para vacinas contra a covid-19, o governo de Jair Bolsonaro deverá adotar um tom mais pacífico em relação à participação da empresa chinesa Huawei na implementação da tecnologia 5G.

Por conta de divergências ideológicas, os insumos para as vacina produzidas pelo Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, e pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), em acordo com a Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca, estão retidos no aeroporto de Pequim. A retenção pode causar atraso no cronograma de vacinação do país.

O leilão do 5G será regulado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e será o maior da história pelo volume de licenças, devendo acontecer no final de junho. Apesar de somente as operadoras serem aptas a participar do leilão, elas terão que comprar equipamentos para montarem suas redes de transmissão.

Além da chinesa Huawei, também estão na disputa a finlandesa Nokia, a sueca Ericsson, a sul-coreana Samsung e a também chinesa ZTE. Essas empresas devem ser visitadas nas próximas semanas pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria. 

Atualmente, a Huawei já se encontra no Brasil, estando no mercado há mais de duas décadas, fornecendo equipamentos para partes centrais do Estado brasileiro como a Receita Federal, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas