'Posso ter sido falso negativo', diz ator após ficar na UTI com sintomas de covid-19

em alta
14.05.2020, 16:40:00
Atualizado: 14.05.2020, 16:40:46
(Foto: Reprodução/Instagram)

'Posso ter sido falso negativo', diz ator após ficar na UTI com sintomas de covid-19

Juliano Laham disse que fez exame para coronavírus duas vezes e os resultados não deram positivo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Juliano Laham passou cinco dias internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), por complicações geradas pelos sintomas da covid-19. Porém, o ator da Globo, que já está se recuperando em casa, isolado em um quarto, não chegou a apresentar um exame positivo para o novo coronavírus - mesmo com todos os sinais da doença.

"Cheguei a fazer exame de covid e deu duas vezes negativo. Segundo os especialistas, os médicos, posso ser um falso negativo. Até porque todo o meu quadro era típico de covid", contou o ator, de 27 anos, em entrevista ao Encontro com Fátima Bernardes.

Juliano relembrou, durante o programa, como percebeu que tinha algo errado com o seu organismo. Ele estava há 37 dias isolado em casa até começar a se sentir mal - e afirmou que saiu de casa apenas para fazer compras no mercado, tomando os cuidados necessários.

"Aproximadamente há três semanas, cheguei a passar mal e fiquei com falta de ar. Resolvi tomar banho para ver se passava, e comecei a vomitar. Percebi que tinha sangue. Me preocupei e fui para o hospital e, diante de todos os exames que fiz, os médicos decidiram me internar na UTI. Possivelmente podia ter covid", falou.

"Diante desse cenário, acabei tendo miocardite (inflamação do músculo do coração). Meu coração só estava bombeando oxigênio para o organismo apenas 34%".

O ator passou o período internado em um hospital público. E fez questão de agradecer, na conversa com Fátima Bernardes, aos profissionais de saúde que cuidaram dele. "Superbem atendido, me deram total suporte. E graças a eles estou aqui".

Agora, ele está de alta médica, mas segue afastado da mãe e das irmãs. "Assim que recebi alta, os médicos me aconselharam a ficar duas semanas isolado em um quarto, sem contato com a família. Para não colocar eles em risco e a mim novamente. Sábado, se Deus quiser, já posso sair do quarto e abraçar a família", comentou.

"Dá muito medo passar por uma situação com essa, de risco de morte. Mas eu só pensava em coisas positivas. É ter fé, se enxergar que está saindo dessa. Assim que saí dessa e vim para o quarto, aqui na minha casa, pude perceber que quero ser um Juliano melhor para mim e para o outro".

Ver essa foto no Instagram

Relato do que passei nos últimos dias. ????????

Uma publicação compartilhada por Juliano Laham (@julianolaham) em

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas