'Pouco para o que almejamos', diz Douglas sobre campanha do Bahia

e.c. bahia
01.11.2020, 20:38:00
Atualizado: 01.11.2020, 20:59:18
Douglas, lá no fundo, observa Juninho com a bola. Defesa do Bahia voltou a apresentar falhas contra o Santos (Foto: Bruno Queiroz/EC Bahia)

'Pouco para o que almejamos', diz Douglas sobre campanha do Bahia

Tricolor caiu diante do Santos e segue na luta contra o rebaixamento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Bahia continua sem conseguir sair da situação difícil na qual se colocou no Campeonato Brasileiro. Diante do Santos, na noite deste domingo (1º), na Vila Belmiro, o Esquadrão sofreu a nona derrota em 19 jogos e fechou o primeiro turno com a mesma pontuação do Coritiba, primeiro time na zona de rebaixamento.

Mesmo tendo um jogo a menos por conta da partida contra o Fortaleza, pela 18ª rodada, que foi adiado para o dia 11 de novembro, o goleiro Douglas reconhece que o desempenho da equipe tem decepcionado.

"O percentual (de aproveitamento) é baixo para o que a gente almeja dentro do campeonato. A gente criou e teve chances para vencer, mas sofremos muitos gols e não tivemos tanta efetividade nas bolas que criamos", disse ele.

Na Vila Belmiro, os erros defensivos individuais foram novamente determinantes para o tropeço tricolor. Ao fim do jogo, Douglas pediu desculpas pelo gol que sofreu na falta cobrada por Jobson.

"Diante de todas as dificuldades, a barreira abriu, campo molhado, ainda era defensável e eu não tive a felicidade de fazer a defesa. A gente fica triste pelo resultado", lamentou ele.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas