Precisa de emprego? Comércio e setor de serviços lideram a busca por profissionais no Litoral Norte

bahia
28.08.2021, 04:52:00
Atualizado: 29.08.2021, 16:48:29
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Precisa de emprego? Comércio e setor de serviços lideram a busca por profissionais no Litoral Norte

Veja como buscar qualificação para as mais de 10 mil vagas que serão abertas na região

Após a estagnação generalizada causada pelo início da pandemia, o momento atual é marcado pelo dinamismo econômico. O Litoral Norte da Bahia surgiu como uma alternativa para milhares de pessoas em busca de maior
qualidade de vida, tranquilidade e bem-estar. E assim como muitos cidadãos, diversas empresas e instituições estão mirando a região, que está em constante expansão. O resultado disso? Geração de empregos e oportunidades de renda para muita gente.

Confira também o episódio especial do podcast O Que a Bahia Quer Saber! Você já conhece Subaúma, Baixio e os outros novos destinos 'de sonho' da região??

Clique no player abaixo para escutar o podcast:

Clique aqui e leia mais sobre o Boom do Litoral Norte

Aos 23 anos, Beatriz Brito, moradora de Camaçari, só havia trabalhado como vendedora de loja, mas desejava ingressar na área de hotelaria. A pouca idade, junto com a falta de experiência, dificultou o caminho da jovem, que resolveu se capacitar. Sua escolha foi entrar no Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) , e os resultados foram muito satisfatórios.

Beatriz Brito está trabalhando na área de hotelaria - Foto: Lailton Santos- Divulgação

Poucos meses depois, conseguiu o trabalho que queria e está atuando como auxiliar de recepção em um grande hotel da região. “O Senac foi primordial na evolução do meu currículo, só por conta disso consegui conquistar o meu emprego atual. Fiz cursos, estudei, me profissionalizei e alcancei a oportunidade que tanto queria”, comenta Beatriz, que participou das formações de Recepcionista, Marketing de Pessoas, Secretariado, Atualização Gramatical e Operador de Supermercado.

A jovem relembra que acreditava não ser boa o suficiente para o emprego, e assegura que a filtragem realizada pelo Senac facilitou - e muito - o processo. “Eles têm um banco de oportunidades, e aí quem faz parte da instituição é cadastrado. Como o meu perfil cumpria os requisitos, fiz a seleção e passei, mesmo sem ter experiência”, relembra a jovem.

Para ela, na falta de vivências anteriores, buscar métodos de profissionalização é o melhor caminho. Apesar de
satisfeita com o cargo atual, ela não quer parar por aí. “O Senac foi um padrinho para mim, buscar capacitação é essencial. Tem muita gente desempregada, mas tenho fé que estamos em um momento favorável, vamos todos
conseguir. As empresas precisam abrir mais espaço para jovens profissionais. Se eles não têm experiência, é porque
falta oportunidade”, reflete.

Gerente de Relacionamento com o Mercado do Senac, Leila Dantas acredita que este é um momento-chave para quem está em busca do ingresso – ou reingresso – no mercado de trabalho.

Clique aqui e leia mais sobre o Boom do Litoral Norte

“Muitas famílias soteropoli-anas têm buscado o Litoral Norte como segunda residência. Não necessariamente por causa da pandemia, mas ela acelerou esse movimento. A busca por qualidade de vida é
algo que se tem falado e buscado muito nos últimos anos. Esse movimento se intensificou nesse período e, com isso,
a demanda por contratação de profissionais para comércio e serviços tem crescido nos últimos meses”, assegurou.

Leila destaca que os setores em maior expansão são justamente os de comércio e serviços, uma vez que a circulação de pessoas tem aumentado na região, tornando necessário criar uma estrutura que atenda a novas demandas. Em seguida, a maior relevância se encontra no mercado imobiliário.

“Isso acontece devido a esse movimento de famílias que têm buscado o Litoral Norte não apenas como turismo ou veraneio. Temos sentido também uma maior demanda para construção, uma vez que há aumento na procura por imóveis. Este mercado também está aquecido”, aponta Leila.

Grande empreendimento voltado para construção civil, hotelaria e serviços condominiais, o projeto Baixio, da Prima Empreendimentos, vai gerar cerca de 10.500 empregos.

A implementação do projeto não se dá de uma vez e deve se estender pelos próximos dez anos. De acordo com Luciano Lopes, diretor executivo da Prima e presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia (ABIH), os impactos positivos gerados pela iniciativa são extensos.

“Este projeto é de vital importância porque contribui diretamente para ampliar as ofertas de empregos na região e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida das comunidades vizinhas”, realça Luciano.

O projeto Baixio consiste no desenvolvimento de realizações turísticas-imobiliárias na Costa dos Coqueiros, em Baixio, município de Esplanada, a 108 km do aeroporto de Salvador, com mais de 62 milhões de m2 totalmente licenciados, 14 km de praias paradisíacas e capacidade para edificar mais de 25 milhões de m2.

A primeira ativação, Ponta de Inhambupe, está na reta final de construção e conta com 270 unidades residenciais, 43 unidades comerciais e um hotel boutique com 29 suítes. Nesta etapa inicial , toda a infraestrutura básica foi idealizada para apoiar os negócios e a comunidade local.

Nos próximos anos, estão previstos mais investimentos que vão viabilizar a efetivação de dois novos conceitos em Baixio – um ao redor da vila, definido como “Núcleo Urbano”, e o outro na área central do destino, chamado “Baixio Premium”. Tudo com intensa demanda de pessoal. Os projetos que circundam Baixio, com o objetivo de con-
solidar a expansão urbana ordenada do destino, são:

(1) Loteamentos - Vila de Esplanada (condomínio de lotes) e Praias de Esplanada (loteamento aberto), previstos para lançamento no final do ano;

(2) Ponta de Inhambupe - 2a etapa do projeto;

(3) Rio do Boi - duas áreas de 10 ha cada e 500 m de praia para a implantação de dois resorts.

A outra área do destino, a 6km do centro urbano, a Baixio Premium, será composta por quatro empreendimentos de operadoras internacionais de alto luxo, juntamente com unidades residenciais associadas à gestão hoteleira.


Profissões em foco

Com os avanços dos setores citados, há uma procura mais alta por determinados profissionais. Neste cenário, diver-
sas atividades se destacam. As voltadas para o atendimento ao turista, como garçons, cozinheiros, camareiras e auxiliar de serviços gerais. 

Há também um crescimento em ocupações domésticas, como diaristas e jardineiras. Na parte de comércio e serviços, destaque para vendedores, atendentes, caixas e profissionais de saúde e educação.

“Uma coisa que sempre falamos aos nossos alunos que estão em busca de colocação no mercado de trabalho, é que
um profissional capacitado já tem 50% de chance de conseguir uma vaga de emprego. As empresas e empregadores  dão preferência para contratação de profissionais capacitados pelo Senac. A experiência na área de atuação nem
sempre é obrigatória quando se tem qualificação profissional”, explica Leila Dantas.

Neste período de pandemia, o Senac desenvolveu uma mentoria de orientação de carreira para profissionais desempregados na busca por recolocação e que precisam de apoio nesse processo. Gratuito, o serviço destina-se ao público geral, tem atendimento individualizado e aborda temas como elaboração de currículo e preparação para processos seletivos, incluindo a sensibilização para o desenvolvimento de competências socioemocionais. A
mentoria continua disponível e qualquer pessoa, a partir de 16 anos, pode solicitar agendamento através do WhatsApp do Senac (71 3186-4000). 

O Boom do Litoral Norte é uma realização do jornal Correio com o patrocínio da Prima Empreendimentos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas