Prefeito Bruno Covas é intubado em UTI após sangramento no estômago

brasil
03.05.2021, 12:50:00
Atualizado: 03.05.2021, 15:21:39
(Reprodução)

Prefeito Bruno Covas é intubado em UTI após sangramento no estômago

Em tratamento contra câncer, ele se licenciou do cargo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) está intubado na Unidade de Terapia Intensiva (UTi) do Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, depois que um sangramento no estômago foi descoberto nesta segunda-feira (3).

Uma endoscopia feita no político pela manhã descobriu que a causa do sangramento é uma úlcera que está acima do tumor original na cárdia, a passagem do esôfago para o estômago. O sangramento foi controlado. 

Por conta da mudança no quadro e da ida para a UTI, as sessões de quimioterapia e imunoterapia que o prefeito iria fazer hoje foram suspensas. Os médicos avaliam que o sangramento é indesejado, mas faz parte dos riscos do quadro atual do prefeito.

Covas está internado desde ontem para tratar dos efeitos adversos do tratamento contra novos focos de câncer. Ele pediu afastamento de 30 dias do cargo para se dedicar à saúde.

A equipe médica optou pela internação como um passo preventivo, porque Covas teve náuseas e vômito ao longo do fim de semana. 

"O prefeito teve sintomas neste fim de semana próprios de quem recebe tratamento quimioterápico e imunoterápico. Ele teve náuseas, perspectiva de vômitos. Então, nós optamos por interná-lo para anteciparmos exames e para também avaliar a possibilidade do segundo ciclo de químio e imunoterapia", disse o médico David Uip em entrevista à CBN.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas