Prefeitura de Vera Cruz fecha acesso à Ponte do Funil e interdita praias

bahia
07.04.2020, 19:39:00
Atualizado: 07.04.2020, 19:40:17
(Reprodução)

Prefeitura de Vera Cruz fecha acesso à Ponte do Funil e interdita praias

Decreto também impacta no funcionamento do comércio local

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O município de Vera Cruz anunciou nesta terça-feira (7) algumas medidas de enfrentamento ao novo coronavírus. Dentre as medidas, estão a interdição da Ponte do Funil e a interdição de praias.

Para evitar aglomerações durante o feriado da Semana Santa, celebrado entre quinta-feira (9) e domingo (12), o prefeito Marcus Vinicius Marques Gil decretou restrição no fluxo de veículos na Ponte do Funil, que só poderá ser acessada por moradores, pessoas que estejam se deslocando em serviço, veículos de abastecimento de suprimentos em geral, e casos específicos de saúde, através de ambulâncias ou veículos que realizam tratamento fora do domicílio. No local, a Secretaria de Saúde fará um controle de temperatura nos condutores.

A Ponte do Funil, oficialmente batizada de ponte João das Botas, liga a Ilha de Itaparica às cidades baianas, através da BA-001.

Além disso, fechou definifo também que as praias do município serão interditadas, bem como as quadras poliesportivas e campos do município. Já o comércio será obrigado a fechar as portas na Sexta-feira da Paixão e funcionar apenas pela manhã no Sábado de Aleluia.

Ainda nesta terça, a prefeitura determinou a prorrogação do fechamento do comércio, com exceção de serviços considerados essenciais, como farmácias e supermercados. Lojas com tamanho inferior a 200m2 poderão abrir a partir desta quarta (8), mas terçao novas regras a cumprir.

As exigências são limitar a capacidade de público da loja de 1 pessoa por cada 2 metros quadrados; controle de entrada e fiscalização interna para evitar aglomerações e marcação no piso para que as filas para pagamentos nos caixas, sejam ordenadas com distância mínima de 1 metro para cada pessoa.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas