Príncipe Philip, de 95 anos, se aposenta de eventos da realeza britânica

mundo
04.05.2017, 10:15:00
Atualizado: 04.05.2017, 10:27:40

Príncipe Philip, de 95 anos, se aposenta de eventos da realeza britânica

Marido da Rainha Elizabeth II ficou conhecido pelo bom humor e pelas gafes. Ele já sofreu com uma doença cardíaca, mas mantinha agenda intensa

O príncipe Philip, marido conhecido por seu constante apoio à rainha Elizabeth II, deixará de participar de compromissos oficiais a partir do outono europeu, informou o Palácio de Buckingham nesta quinta-feira (4/5). A rainha de 91 anos, manterá suas atividades normalmente.

O duque de Edimburgo, de 95 anos, tomou a decisão com apoio total da rainha, disse o palácio em comunicado. Ele já sofreu com uma doença cardíaca e outros problemas nos últimos anos, mas ainda assim tem mantido uma vigorosa agenda pública. Ele parecia com boa saúde e bom humor ontem (4/5), durante uma aparição em um clube de críquete de Londres. Brincou sobre ser a pessoa mais experiente do mundo quando se trata de inaugurar placas.

O bom humor do príncipe, muitas vezes o levou a cometer gafes que ficaram famosas. Em uma delas perguntou a um cadeirante que dirigia uma cadeira de rodas elétrica, quantas pessoas ele já havia atropelado "com aquilo". Em outra, disse a crianças da Associação Britânica de Deficientes Auditivos que estavam em pé perto de uma banda caribenha: "Vocês estão tão perto da música que não me admira que sejam surdos".

A rainha Elizabeth II "continuará participando normalmente dos eventos oficiais ao lado dos outros membros da família real", diz o comunicado oficial. Philip é membro da família real grega no exílio e esteve ao lado da rainha em incontáveis aparições públicas desde o casamento deles, em 1947. Ele abriu mão de uma bem-sucedida carreira naval para apoiá-la quando Elizabeth se tornou rainha, em 1952.

Elizabeth II, que em fevereiro completou 65 anos no trono, acabou de retornar ao Palácio de Buckingham, sua residência oficial em Londres, após passar a Semana Santa em Windsor. A rainha e o duque tiveram problemas de saúde no fim do ano, quando um forte resfriado impediu que eles participassem de vários eventos natalinos.


A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, agradeceu Philip "em nome de todo o país" por décadas de serviços prestados. Fonte: Associated Press.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas