Projeto oferecerá orientação gratuita sobre covid-19 a comunidades de Salvador

coronavírus
13.05.2020, 16:47:00
Atualizado: 13.05.2020, 16:47:25

Projeto oferecerá orientação gratuita sobre covid-19 a comunidades de Salvador

Iniciativa da AfroSaúde, o TeleCorona da Periferia terá atendimento de profissionais de saúde via telefone e internet

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Com o objetivo de minimizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus em comunidades de Salvador, será lançado nesta quinta-feira (14), o TeleCorona da Periferia. A iniciativa, da AfroSaúde, oferecerá atendimentos gratuitos, por telefone e internet, de profissionais de saúde a pessoas que vivem em território periférico da capital baiana.

O serviço estará disponível pelo número 0800 042 0503 e pelo site www.afrosaude.com.br/coronavirus, com médicos, psicólogos, farmacêuticos, nutricionistas, enfermeiros, fisioterapeutas e assistentes sociais. Assim, a rede possibilitará orientação multiprofissional, além de garantir o acesso à informação de forma clara e acessível, para reduzir a superlotação em hospitais.

Segundo a AfroSaúde, health tech de impacto social focada na saúde da população negra, nesta primeira etapa, o projeto pretende atender a mais de 250 mil pessoas que vivem, prioritariamente, no Subúrbio Ferroviário, Nordeste de Amaralina e Cajazeiras e adjacências. Depois, a ideia é ampliar o serviço para outras capitais do Brasil.

Além de oferecer a orientação multiprofissional, o TeleCorona também planeja fazer o levantamento de dados sobre a covid-19 nas periferias de Salvador, como índice de casos suspeitos e as principais demandas da população sobre o coronavírus.

Este mapeamento tem como intenção servir para contribuir com a tomada de decisão sobre saúde nas periferias, além de ajudar a perceber as reais necessidades desta população em relação à pandemia.

Para viabilizar a rede de apoio, a startup promoveu uma campanha de financiamento coletivo por meio do Matchfunding Enfrente e Fundação Tide Setúbal, na plataforma Benfeitoria. E também firmou parceria com empresas como a Digitalk, que oferecerá a comunicação via chat, videoconferência e integração da central telefônica, para que os atendimentos sejam sistematizados.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas