Ramon lamenta expulsão e elogia postura defensiva em eliminação

e.c. vitória
03.08.2021, 22:18:00
Atualizado: 04.08.2021, 09:01:58
Vitória ficou com um a menos no fim do primeiro tempo e perdeu para o Grêmio, em Porto Alegre (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Ramon lamenta expulsão e elogia postura defensiva em eliminação

Para o treinador, time vem mostrando evolução na temporada

A caminhada do Vitória chegou ao fim na Copa do Brasil, mas o técnico Ramon Menezes analisou de forma positiva a atuação do Leão durante a derrota para o Grêmio, por 1x0, na noite desta terça-feira (3), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Na visão de Ramon, o time conseguiu se comportar bem enquanto esteve com o mesmo número de jogadores em campo que o adversário, mas acabou se complicando após a expulsão de João Pedro, no fim do primeiro, em lance que originou o pênalti que deu o triunfo ao time gaúcho. 

"Fizemos um jogo muito ruim contra o Grêmio em casa, perdemos a nossa classificação lá. Hoje, enquanto tivemos a chance de ter 11 contra 11, o comportamento da equipe foi bom. Perdemos um jogador, jogando aqui contra o Grêmio, e mesmo assim a parte defensiva se mostrou sólida. Houve um crescimento nessas duas últimas partidas contra o Avaí e hoje", iniciou Ramon.

O treinador explicou as escolhas nas substituições e o motivo de ter terminado a partida com quatro laterais em campo. Segundo ele, a ideia era tentar imprimir velocidade para chegar ao ataque.

"No final virou um jogo de 50, 40 metros na fase defensiva, por isso fiz a dobra do lado esquerdo com Pedrinho e Roberto, que são jogadores que têm a facilidade de correr 60, 70 metros até chegar ao ataque. No final colocamos mais um atacante, centralizamos o David, para poder ter um escape, mas o escape de velocidade para segurar a bola, o que não estávamos conseguindo pela ausência de um jogador", completou.

Foco na Série B
Fora da Copa do Brasil, o Vitória agora terá pela frente apenas a Série B do Brasileirão. Questionado se o time ainda tem margem para evolução e recuperação no torneio, o treinador foi enfático ao afirmar que a referência deve ser a atuação contra o Internacional, quando o Vitória conseguiu vencer por 3x1, no Beira Rio e eliminou o colorado na Copa do Brasil.

"Hoje foi a prova disso (evolução). Acho que a nossa referência foi o jogo contra o Inter, que foi o jogo do ano. Nesses dois últimos jogos, embora o resultado não veio, mas o time está crescendo. Agora a expectativa é recuperar os atletas para fazer um bom jogo contra o Vasco e vencer", finalizou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas