Rebelião em presídio no Pará deixa mais de 50 mortos; 16 foram decapitados

brasil
29.07.2019, 13:11:38
Atualizado: 29.07.2019, 13:24:19

Rebelião em presídio no Pará deixa mais de 50 mortos; 16 foram decapitados

Situação ocorre após briga entre facções; agentes penitenciários foram feitos reféns

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma rebelião dentro do Centro de Recuperação Regional de Altamira, no Sudoeste do Pará, deixou pelo menos 52 mortos nesta segunda-feira (29). Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), ao menos 16 pessoas foram decapitadas.

A revolta ocorre desde as 7h, motivada por uma briga entre facções criminosas. Segundo a Susipe, dois agentes prisionais foram feitos reféns.

Ainda conforme a Susipe, o motim teve início quando detentos do bloco A, onde estão custodiados presos de uma organização criminal, invadiram o anexo onde estão internos de um grupo rival.

Após a primeira ação, o anexo foi trancado e os presos atearam fogo no espaço. Segundo a Susipe, a fumaça invadiu o anexo e há presos mortos também por asfixia. 

O Grupo Tático Operacional da Polícia Militar está no local. A Polícia Civil, a Promotoria e o Juizado de Altamira também estão na unidade participando das negociações para liberação dos reféns.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas