Reforma vai dobrar capacidade de produção de projetos na UPB

bahia
11.09.2021, 09:52:00

Reforma vai dobrar capacidade de produção de projetos na UPB

Setor de engenharia e arquitetura foi requalificado

O setor de engenharia e arquitetura da União dos Municípios da Bahia (UPB) foi reformado e a nova área será entregue nesta segunda-feira (13). Ele é responsável por oferecer aos municípios o serviço técnico especializado na elaboração de projetos e emissão de pareceres de engenharia e arquitetura. Segundo a instituição, depois da requalificação a expectativa é de que a capacidade de produção será dobrada.

Em 2020, a atividade desenvolvida pela UPB nesta área gerou aos municípios baianos economia de R$12 milhões. Entre março a agosto deste ano foram desenvolvidos e entregues 620 projetos. Além da reforma física, uma nova ferramenta promete tornar o acompanhamento dos projetos mais ágil e menos burocrático.

A novidade está em fase de implantação e propõe o uso de papel zero na instituição. Batizada de UPB +Ágil, ela foi desenvolvida pela 1Doc e operacionalizada pela Sogo Tecnologia. Os detalhes serão apresentados durante a inauguração do novo espaço, na segunda-feira, na sede da instituição, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), às 15h. 

Em relação ao espaço físico, a UPB informou que o local tem 22 estações de trabalho, novos softwares, maquinário, e sala de reuniões. Houve também reforço na equipe técnica de profissionais especializados para o atendimento personalizado aos municípios.

Ainda segundo a instituição, todo o serviço segue critérios e diretrizes dos ministérios, superintendências, órgãos estaduais, Caixa Econômica Federal e demais autarquias públicas, o que deve aumentar as oportunidades de aprovação e execução dos projetos dos municípios. O presidente da UPB, Zé Cocá, destacou a economia.

“Nossa diretoria se preocupou em deixar a UPB mais técnica para ajudar os municípios. A gente sabe que às vezes faltam recursos e mão de obra especializada nas prefeituras e na UPB conseguimos sem custo para os municípios oferecer projetos com todas as exigências técnicas necessárias para facilitar a aprovação de emendas, convênios e os recursos para a execução das obras”, disse.

O setor é responsável por pensar projetos como a construção de praças, unidade básica de saúde, pavimentação, escolas, quadras poliesportivas, campos de futebol, pequenas pontes, sistemas de água, entre outros.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas